editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Criatividade

Publicado em 16 de março de 2019 às 13:46h

Artista plástica faz pinturas inusitadas na própria casa e imóvel vira ponto turístico em Intanhém

por Vanessa Silva

Criatividade e talento não faltaram à artista plástica D’Jane Silper na hora de reformar a casa onde mora, na cidade de Itanhém, extremo sul da Bahia. O imóvel ganhou pinturas inusitadas, feitas pela própria artista, que teve a ideia após notar que a casa precisava de reforma mas faltava dinheiro para fazer uma obra convencional.

“No início foi por reforma mesmo. A casa estava muito destruída e eu não tinha condições para reformar, pagar pedreiro, então eu quis colorir para ficar bonitinha. Estava feia por dentro, mas tinha cor”, contou a artista.

A arte da casa de D’ Jane, que também é auxiliar administrativa e aprendeu a pintar sozinha, já começa pela calçada que possui a pintura de teclas de piano. A fachada é bastante colorida, com detalhes de flores, borboletas, gato, osso de cachorro e com direito até a uma plaquinha com a frase: ‘Humilde residência’.

Os móveis também são pintados, para sentar no sofá ou na poltrona, só de “mentirinha” mesmo, mas na hora da foto, o efeito fica bem legal, dando a impressão de que a pessoa, de fato, está sentada no móvel.

Na estante, os livros também são pintados, assim como os super-heróis que dão “poder” a um dos quartos da casa. O tema escolhido para o banheiro foi o fundo do mar.

Diante de tantas cores e desenhos, quem passa pelo local quer entrar na casa da artista plástica, que já se tornou um ponto turístico de Itanhém. A podóloga Aparecida Araújo, que visitava a cidade, fez questão de conhecer a “Humilde residência” de D’ Jane.

“No primeiro impacto você imagina: ‘Mora alguém nessa casa?’. Nos traz uma espiritualidade de paz, harmonia. É maravilhoso. Tem que conhecer pessoalmente”, conta Aparecida.

A fachada já ganhou quatro versões. O que D’ Jane não imaginava é que a casa fosse fazer tanto sucesso entre os moradores e visitantes de Itanhém, cidade com cerca de 19.500 habitantes.

“Nunca imaginei que iria agradar tanto as pessoas e eu fico muito feliz que agradou. Eu estava fazendo algo para mim, para me alegrar, não imaginei que iria alegrar tantas pessoas”, disse.

A arte de D’Jane ultrapassou os limites da casa dela. A artista plástica também deixa o seu colorido em outros pontos de Itanhém, como por exemplo, nas paredes de um projeto social para crianças e jovens do município.

Fonte: G1

 

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP

Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.