editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Infraestrutura

Publicado em 14 de dezembro de 2017 às 19:28h

Fortes chuvas evidenciam obras muito antigas ou mal executadas em Teixeira

por Katia Armini

Foto de internauta via Facebook

Continua repercutindo nas mídias sociais a situação de Teixeira de Freitas em decorrência das fortes chuvas que se abateram sobre a região no início deste mês. Chove há dias um grande volume de água, principalmente no sábado e domingo, chuvas torrenciais que causaram alagamentos e – na terça, quarta e quinta-feira –  de forma ininterrupta.

A cidade que há muito tempo não recebe atenção na área de infraestrutura por parte dos últimos prefeitos – em pelo menos três gestões –  demonstra sinais evidentes de deterioração e obras mal executadas.

Em decorrência das águas, obras que foram feitas sem observar as normas relativas a execução, como foi o caso dos serviços de esgotamento sanitário de responsabilidade da Embasa, estão sendo descobertas. Isso porque as valas que foram abertas para passagem das tubulações, ao repor o material não foram compactadas devidamente e a água é implacável, descobre todos os defeitos de obras mal executadas.

“Tá muito tenso isso viu, ontem mesmo sofri um acidente de moto, graças a um buraco maldito, além de me machucar ainda vou ter um prejuízo enorme com a minha moto,” disse uma internauta indignada.

Por toda a cidade os sinais que evidenciam obras mal planejadas ou mal executadas estão sendo evidenciados.

De acordo com outra internauta, por exemplo, no bairro Irmã Dulce a água contaminada de um esgoto está transbordando e invadindo as casas. As obras de esgotamento sanitário executadas pela MRM deixaram marcas profundas na cidade da incompetência e irresponsabilidade na execução dos serviços.

O Shopping Teixeira Mall, foi construído em cima do aterramento de uma lagoa, e como as galerias para escoamento das águas foram concebidas de forma inadequada, não conseguem a dar vazão a água de uma localidade fadada a inundar. Isso faz com que os lojistas sofram, a cada chuva, retirando água fétida e se reinventando a cada nova enchente do local e na esperança de que o serviço de drenagem venha ser executada um dia.

O Shopping Pátio Mix, também foi edificado em cima do aterramento de uma lagoa, mas recebemos informação que o sistema de drenagem foi corretamente dimensionado de forma a não causar alagamentos por mais intensa que seja a chuva.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.