editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Publicado em 11 de agosto de 2018 às 15:49h

Candidatos ao Senado pela Bahia nas eleições de 2018: veja a lista

Nomes foram definidos em convenções. Registro das candidaturas deve ser feito até o dia 15.
por Foco no Poder

Em 2018, os eleitores da Bahia vão poder escolher dois senadores. Veja a lista dos candidatos confirmados em convenções, em ordem alfabética.

Ângelo Coronel (PSD)

Engenheiro civil, empresário e, atualmente presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Ângelo Mário Coronel de Azevedo Martins (PSD) é um dos candidatos ao Senado pelo estado, na chapa que tem Rui Costa (PT) como candidato à reeleição ao governo da Bahia.

Coronel nasceu em Coração de Maria, no Recôncavo baiano, em maio de 1958. Foi eleito prefeito de Coração de Maria, para o quadriênio 1989-1992, pelo PMDB. É deputado estadual desde 1994, quando foi eleito para o cargo pela primeira vez. Em 2017, foi eleito presidente da Alba, já como membro do PSD.

Celsinho Cotrim (PRTB)

Natural de Salvador e graduado e pós-graduado em administração pública, Celsinho Cotrim é um dos candidatos ao senado pelo PRTB, que, nas eleições de 2018, tem também na chapa majoritária João Henrique Carneiro como candidato ao governo da Bahia.

Cotrim se filiou ao PDT em 1995. Em 2002, se candidatou a deputado estadual pelo PT e, em 2006, tentou a mesma vaga pelo PSB, mas não conseguiu se eleger em nenhuma das ocasiões. Em 2012, novamente no PT, foi candidato a vereador de Salvador e também não se elegeu. Já atuou na Secretaria de Economia, Emprego e Renda de Salvador e na Secretaria de Turismo da Bahia, além de ter sido diretor da Bahiatursa.

Fábio Nogueira (PSOL)

Bacharel e doutor em sociologia pela Universidade de São Paulo (USP), Fábio Nogueira, natural do município de Corumbá, no Mato Grosso do Sul (MS), é o único candidato ao Senado pelo PSOL, que, nas eleições de 2018, tem na chapa majoritária o geólogo Marcos Mendes (PSOL) como candidato ao governo baiano.

Nogueira atua como professor assistente da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), é ativista do Movimento Negro Círculo Palmarino e presidente estadual do PSOL na Bahia. Ele se filiou ao PT em 1999 e, 11 anos após, decidiu deixar a legenda e, desde 2005, integra o PSOL, onde também já atuou como secretário de comunicação. Foi candidato a prefeito da cidade de Salvador, em 2016, mas não se elegeu.

Francisco José (Rede)

Natural de Salvador, Francisco José dos Santos (Rede) é advogado, técnico em administração de empresas e tem mestrado em segurança pública, justiça e cidadania pela UFBA. Ele é o único candidato ao Senado pela Rede Sustentabilidade, que, nas eleições de 2018, encabeça a chapa majoritária que tem Célia Sacramento (Rede) como candidata ao governo da Bahia.

Membro titular da comissão de ética nacional da Rede, Francisco já foi servidor público, secretário de planejamento e projetos especiais do município de Pojuca, dirigente do colegiado territorial de desenvolvimento sustentável do Território Rural Litoral Norte e Agreste Baiano, membro do Conselho Estadual das Cidades e presidente do Conselho de Desenvolvimento rural.

Irmão Lázaro (PSC)

Natural de Salvador, Antonio Lázaro Silva é músico, cantor e compositor. Ele é candidato ao Senado pelo Partido Social Cristão (PSC), na chapa majoritária encabeçada pelo DEM, que, nas eleições de 2018, tem José Ronaldo como candidato ao governo da Bahia.

Irmão Lázaro foi eleito deputado federal nas eleições de 2014. Dois anos depois, se licenciou do mandato para assumir o cargo de secretário municipal de Relações Institucionais em Salvador, a partir de 18 de abril de 2016. Em outubro do mesmo ano, deixou a pasta e reassumiu o mandato de deputado, que termina esse ano.

Jaques Wagner (PT)

Nascido no Rio de Janeiro, e um dos fundadores do PT na Bahia, Jaques Wagner é candidato ao Senado pelo partido, na chapa majoritária que tem Rui Costa como candidato à reeleição do governo estadual.

Wagner foi diretor e presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Petroquímica (Sindiquímica-BA) e fundador e o primeiro presidente do PT e da CUT na Bahia. Em 1990, foi eleito deputado federal e reeleito em 1994 e 1998. Em 2006, foi eleito governador da Bahia e reeleito em 2010. Foi ainda ministro da Defesa, da Casa Civil e do Gabinete Pessoal de Presidência da República no governo Dilma.

Jorge Viana (MDB)

Natural da cidade de Ilhéus , na região sul da Bahia, e formado em medicina pela UFBA, Jorge Viana Dias da Silva, é candidato ao senado pelo MDB, na chapa encabeçada pelo partido que tem João Santana como candidato ao governo do estado.

Foi médico do Serviço Nacional da Lepra, entre 1965 e 1966, e diretor da Associação dos Funcionários Públicos da Bahia (1977-1979). Em novembro de 1978, um ano antes de se filiar ao PMDB, se elegeu deputado federal. Foi reeleito para o cargo em 1982 e em 1986. Em novembro de 1990, novamente concorreu para continuar no cargo, mas não obteve número de votos suficientes. Deixou a Câmara dos Deputados em janeiro de 1991.

Jutahy Júnior (PSDB)

Natural de Salvador e bacharel em ciências jurídicas e sociais pela Universidade de Direito da UFBA, com pós-graduação na área, Jutahy Magalhães Júnior é candidato ao Senado pelo PSDB, na chapa majoritária encabeçada pelo DEM que tem José Ronaldo como candidato ao governo do estado.

Jutahy Júnior já atuou como chefe de gabinete da vice-presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), foi secretário de Justiça e Direitos Humanos do estado e atuou como ministro de Estado do Bem-Estar Social, entre os anos de 1992 e 1993. Foi deputado estadual e está no oitavo mandato como deputado federal.

Marcos Maurício (DC)

Baiano e à frente da gestão do Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (SINDPOC) há nove anos, Marcos Maurício é candidato ao Senado pelo partido Democracia Cristã, que integra a chapa majoritária encabeçada pelo MDB com João Santana como candidato ao governo da Bahia.

Marcos é funcionário público e bacharel em direito, bacharel em administração com análise de sistemas e pós-graduado em auditoria fisco contábil. Também já foi presidente da Federação Nordestina dos Policiais Civis e é o atual coordenador político da Confederação Brasileira dos Trabalhadores da Polícia Civil (COBRAPOL).

Kleber Rebouças Rangel (PSL)

Natural da cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, o empresário do ramo da aviação e piloto de aeronaves Kleber Rebouças Rangel é candidato ao Senado pelo PSL, que integra a chapa majoritária encabeçada pelo PRTB que tem João Henrique Carneiro como candidato ao governo da Bahia.

Kleber também é técnico em química industrial e mora em Barreiras, no oeste do estado, há 30 anos. Em 2005, durante seis meses, atuou como secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente. Em 2018, se filiou ao PSL e, pela primeira vez na vida, se candidata a um cargo eletivo. Fonte: G1/BA

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.