editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Diz IBGE

Publicado em 27 de julho de 2018 às 09:51h

Com 2,8 milhões de ovinos, BA supera RS e passa a ter maior rebanho

por Foco no Poder
Bahia supera Rio Grande do Sul e passa a ter maior rebanho de ovinos do país, aponta levantamento. (Foto: Reprodução/TVTEM)

Bahia supera Rio Grande do Sul e passa a ter maior rebanho de ovinos do país, aponta levantamento. (Foto: Reprodução/TVTEM)

Em 2017, a Bahia ultrapassou o Rio Grande do Sul e assumiu o 1º lugar no ranking nacional com o maior rebanho de ovinos: 2,860 milhões de cabeças. Na comparação com 2006, o rebanho de ovinos no estado cresceu 7,0% e, assim, aumentou a participação no rebanho nacional, de 18,8% para 20,7%.

Os dados são do Censo Agropecuário divulgado nesta quinta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Censo Agro reune dados sobre a produção agropecuária, florestal e aquícola brasileira e foi realizado pelo IBGE, em todo o território nacional, entre outubro de 2017 e fevereiro de 2018.

Conforme o levantamento, a Bahia tem quatro representantes entre os 10 municípios com os maiores efetivos de ovinos do país: Casa Nova (3º lugar nacional, com 175,9 mil cabeças), Juazeiro (5º, com 143,4 mil cabeças), Remanso (6º, com 142,6 mil cabeças) e Curaçá (7º, com 136,2 mil cabeças).

Com o aumento no número de cabeças de caprinos, de 2006 para 2017 (+11,4% ou 2,383 milhões de cabeças), a Bahia permanece também com o maior rebanho de caprinos do país, respondendo por 28,9% da produção nacional.

Na comparação com 2006, a Bahia também aumentou o seu efetivo de aves (+48,5%), chegando a 31,133 milhões de cabeças, entretanto, perdeu uma posição no ranking nacional, da 10ª para a 11ª posição. Entre os municípios baianos, os maiores produtores são Conceição da Feira (3,433 milhões de cabeças), Barreiras (2,149 milhões de cabeças) e Feira de Santana (2,121 milhões de cabeças).

Já o efetivo de bovinos na Bahia caiu 20,12% em 2017, na comparação com 2006, passando de 10,229 milhões para 8,171 milhões de cabeças, o que fez o estado possuir o 10º rebanho bovino do país, caindo duas posições no ranking, em relação a 2006.

Produção de leite e ovos cresce

Produção de leite e ovos cresceu no estado. (Foto: Ely Venâncio/EPTV)

Produção de leite e ovos cresceu no estado. (Foto: Ely Venâncio/EPTV)

Ainda de acordo com a pesquisa, entre 2006 e 2017, produção de leite de vaca aumentou 7,3% na Bahia e a de ovos mais que duplicou (+122,7%).

Em 2017, o estado produziu 844,417 milhões de litros de leite de vaca, 7,3% a mais que em 2006 (786,891 milhões de litros). A produção de ovos, por sua vez, passou de 36,660 milhões de dúzias para 81,646 milhões de dúzias (+122,7%).

Os municípios baianos de Itarantim (36,718 milhões de litros), Medeiros Neto (22,739 milhões de litros) e Jaborandi (21,585 milhões de litros) são os maiores produtores de leite do estado. Por sua vez, Entre Rios (18,076 milhões de dúzias), Barreiras (6,576 milhões de dúzias) e Conceição do Jacuípe (4,874 milhões de dúzias) têm as maiores produções de ovos da Bahia. Fonte: G1/BA

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.