editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

PARALISAÇÃO

Publicado em 8 de abril de 2017 às 22:37h

Sintraspesb faz greve em plena negociação

Em comunicado oficial, PMTF critica postura do Sintraspesb, que, em meio à negociação, paralisou atividades.
por Katia Armini

SEGUE O COMUNICADO OFICIAL DA PREFEITURA DE TEIXEIRA DE FREITAS:

 

O Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais do Extremo Sul da Bahia (Sintraspesb), em plena rodada de negociação sobre as reivindicações da revisão geral anual das remunerações, que até o ano de 2015 não tinha sido cumprida pelo gestor anterior, resolveu fazer a paralisação anunciada.

Não consideraram a Lei Federal 7.783, de 28/06/1989 – Lei de Greve, que diz: “a cessação coletiva do trabalho somente é admitida quando frustrada a negociação ou verificada impossibilidade de recursos via arbitral”.

Foi enviado um ofício ao presidente do Sintraspesb no dia 6 de abril, quinta-feira, elencando sete itens considerando o compromisso assumido na última reunião ocorrida no Gabinete do Prefeito.

Entre os itens elencados, destacamos o que enfatiza o momento econômico/financeiro pelo qual atravessa o país, e, em especial, Teixeira de Freitas, reduzindo, sobremaneira, a arrecadação dos municípios, face à redução de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Fato que é público e notório é que esta gestão vem adotando medidas de contenção de despesas, reduzindo em 50% o quadro de servidores contratados, em comparação com a gestão anterior; esta gestão é comprometida com a Lei de Responsabilidade Fiscal.

No item (e) está colocado que esta gestão entende que não se acham esgotadas as possibilidades de negociação, desde que não haja interrupção das atividades e dos serviços públicos. Mesmo assim, em plena negociação, o Sindicato achou por bem fazer a paralisação. O ofício encaminhado ao Sintraspesb está sendo respondido através de uma greve.

A equipe financeira, o RH, a Procuradoria, a Secretaria de Administração e A Consultoria Contábil, estão fazendo um estudo para resolver e pediram um prazo para dar uma resposta baseada em análise financeira, a fim de atender as reivindicações do Sindicato.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP

Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.