editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Reunião da Câmara de vereadores

Publicado em 27 de março de 2019 às 18:31h

Confira os fatos importantes comentados hoje (27), na Câmara de vereadores de Teixeira de Freitas

por Vanessa Silva

 

Foi realizada na manhã desta quarta-feira (27), mais uma reunião na Câmara de vereadores de Teixeira de Freitas. O encontro que acontece todas as quartas-feiras, a partir das 9 horas, nesta edição contou com a presença de alunos, professores e coordenadores da escola Antônio Chicon Sobrinho.

Os vereadores abordaram temas de interesse comum, de benefício da população e crescimento da cidade.

Fazendo o uso da palavra, o vereador Marcílio Goulart, aproveitou a oportunidade para fazer uma moção de pesar aos familiares do sargento Clebson Rosário, que morreu em atividade, no último sábado (23), em Alcobaça: “Tive a oportunidade de conhecer o sargento Clebson, uma pessoa alegre, brincalhão e amigo, infelizmente teve sua vida ceifada. Quero deixar meus sentimentos à família”, disse o vereador com pesar.

Marcílio também citou sua ida a Salvador, onde esteve em reunião com o secretário de Segurança Pública e com o comandante geral da Polícia Militar. “Estive ali em Salvador, primeiro para agradecer pelas aquisições adquiridas para Teixeira de Freitas, como, viaturas, inauguração da CICOM- Centro Integrado de Comunicação, dos Policiais, e também adquirimos agora recente, mais de 30 novos policiais para a cidade. Minha ida até lá foi para garantir a permanência desses policiais no nosso município”, explicou.

O vereador Joris de Gel falou do evento cultural festivo, que será realizado na Comunidade Santo Antônio e que reúne todas as comunidades circunvizinhas com o objetivo de movimentar a economia local, como também, valorizar os artistas regionais: “Este evento terá o objetivo de trazer rentabilidade para os comerciantes, valorizar os artistas da região e também levar entretenimento para a juventude daquela comunidade. Então, próximo final de semana, será realizado ali, dois dias de festa, com a 3º Ressaca de Carnaval”, convidou o vereador.

Joris também falou das melhorias estruturais que foram realizadas na comunidade Santo Antônio: “Estamos lá com a máquina recuperando as estradas vicinais da comunidade, como também, toda a iluminação pública já recuperada. Em nossa festa, contaremos com o apoio da ronda rural, CIPE, Rondesp e Guarda Municipal, que fará a segurança do nosso evento cultural, além de ter um patrulhamento extensivo por toda entrada do povoado.”

Arnaldo Ribeiro (Arnaldinho) falou do anteprojeto apresentado a Casa Legislativa, onde externou o desejo que voltasse a ser realizado a  guarda nas escolas, como também fosse adquiridos melhorias em equipamentos para execução das funções destes guardas. “No passado, tínhamos uma categoria que taxávamos como vigia, e na consolidação da guarda Municipal de Teixeira de Freitas, nós equiparamos a guarda e tiramos alguns vigias das escolas. E desde então, não investimos em segurança eletrônica, ou nenhuma ferramenta protetiva. Então apresentei, neste ano, o projeto para que a guarda volte a fazer um ronda e então discutiremos uma forma de gratificar esses guardas que fazem a proteção do entorno, como também investir na estrutura de melhoria do trabalho destes guardas”, explicou o vereador.

Arnaldinho citou uma investigação, feita por ele, onde segundo o vereador, um médico que é possível candidato a prefeito está realizando operações irregulares. “Estou a 10 dias investigando um determinado médico, que é candidato a prefeito, e segundo informações este médico está fazendo operações, até a madrugada, por conivência de vereadores, por modo encaixe.”

A ação declarada pelo vereador se configura como politicagem, ou seja, de acordo o vereador Arnaldinho, está havendo uma omissão por parte de alguns vereadores, que estão facilitando o atendimento para alguns, como apoio político. “Não é justo que a dona Maria, com um tumor, seja prejudicada, passado para trás na fila de espera. Isso não é justo. Irei imprimir cópias e mostrar a população quantos procedimentos ilícitos estão sendo feitos”, relatou o vereador.

O vereador Jonathan Molar parabenizou a gestão pela implementação dos semáforos na cidade, e falou sobre a comemoração do golpe militar de 64. “Comemorar a Ditadura Militar é comemorar a tortura neste país, eu vivo uma democracia eu vou continuar lutando por essa democracia.”

Molar acrescentou a importância de se ter uma “atitude” em uma sociedade que é regida pelo “chicote” e fortaleceu sua postura em observar o que está errado e cobrar uma nova postura. “Quando falo sobre a educação da cidade, convido vocês a irem até essas escolas e veem de perto a real situação. Concordo que várias escolas foram reformadas, mas ora, se onze escolas foram fechadas, o mínimo que se espera.”

E acrescentou: “Muitas escolas ainda precisam de reformas, e mais do que isso, quando falamos de merenda escolar isso gera indignação. Estive ontem, em três escolas, e constatei que fazem quatro meses que não chegam carnes bovinas nestas escolas, em outra chegou apenas coxa e sobrecoxa de frango, são mais de um semestre sem chegar feijão nas escolas, depois de seis meses chegou pão para merenda, porém em quantidade insuficiente. É vergonhoso o município servir biscoito, Ki-Suco, farinha e arroz para as crianças. Escolas ainda sem livros didáticos, como se espera que essas crianças tenham uma educação de qualidade?”

Molar também cobrou o reajuste salarial dos professores: “Municípios como Nova Viçosa, Eunápolis e Caravelas já aprovaram o reajuste salarial dos professores, eu quero saber quando Teixeira de Freitas vai parar de empurrar com a barriga e aprovar o reajuste. Afirmar que não temos recursos é inaceitável”, disse o vereador.

O vereador Molar que se coloca na condição de independente, questiona a forma que o prefeito de Teixeira quer governar imprimindo o medo, mas segundo ele, a esperança sempre vence o medo.

Vereador Adriano Souza apresentou na tribuna projetos e indicações solicitadas por moradores. “Atendendo a reivindicações dos moradores, apresento o projeto de lei, que inclui no calendário oficial do município o dia Municipal do Quebrando o Silêncio, ao ser realizado anualmente no 4º sábado do mês de agosto. A Lei Quebrando o Silêncio consiste na conscientização da violência e abuso sofrido por crianças, mulheres e idosos. Outra indicação que solicitei, com o intuito de preservar o Meio Ambiente, foi o trabalho de paisagismo nas Avenidas Vinícius de Moraes e Adonias Filho, no bairro Colina Verde.”

Outra indicação feita pelo vereador Adriano, em caráter de urgência, foi a instalação de faixas de pedestres e sinalização, em frente à escola Monte Sinai, no bairro são Lourenço, na Rua André Medeiros. “Os pais e alunos da escola Monte Sinai, tem me cobrado a sinalização e faixas de pedestres na localidade, pois o fluxo de veículos é intenso e tem sido um perigo constante para a segurança dos alunos. Espero que a Secretaria de Infraestrutura tomem as devidas providências”, apresentou o vereador Adriano.

Agnaldo Teixeira, falou da importância de manter o decoro na plenária, como também tomar conhecimento de todos os fatos, bem como, os detalhes das informações repassadas nas reuniões: “Temos que trilhar o caminho do dialogo, com a base ou oposição, é assim que deve ser dentro desta casa. Temos que ser justos em denunciar, mas também em relatar o que está sendo conquistado, são construções, obras, muitas coisas estão acontecendo de bom na cidade. Ao vereador que colocou o requerimento, a respeito da merenda escolar, que possamos dialogar com a Comissão de Educação para que isso seja trago em debate. Vamos ter cautela e buscar dialogar entre os responsáveis, a fim de encontrarmos uma solução.”

O vereador Agnaldo Teixeira também citou o caso da professora Maria José, que de acordo algumas mídias, a professora estava recebendo de forma indevida um salário de R$25 mil reais. “Sobre o caso da professora Maria José, a quantia recebida pela professora, foi feita de forma detalhada, onde está de acordo às leis o recebimento de 13º salário e férias. É muito triste ver isso vinculada nas redes sócias, onde o nome de uma pessoa é jogado na lama.”

O assunto também foi abordado e esclarecido pelo professor e vereador Valcir: “A Maria José ela é servidora há mais de 20 anos, concursada como coordenadora e como professora, então quem acompanhou o trabalho da Maria José nestes mais de 2 anos como diretora pedagógica, sabe que por exemplo, quem ocupa este cargo, nunca tira férias, por força do trabalho, e é claro, que os direitos vão sendo acumulados, e em algum momento eles serão reivindicados, foi isso que aconteceu.”

E continua: “O salário base da professora Maria José, é de R$8.300 mil reais. Então veja só, são mais de 20 anos como professora e coordenadora para adquirir o salário e direitos. Ela recebeu por duas férias vencidas (2016 e 2017), ou seja, R$5 mil reais + R$8 mil, mais um terço de férias. Estamos falando aqui de uma servidora que teve seus direitos atendidos. Nós comunicadores sabemos que, um princípio básico de quem exerce a comunicação social é checar as fontes para passar as informações corretas e de forma responsável, para o receptor”, esclareceu o vereador.

O presidente da Câmara, vereador Ronaldo Cordeiro, finalizou a reunião falando sobre o empenho da administração, em desenvolver crescimento para Teixeira de Freitas. “Nós temos obras nos quatros cantos deste município, e sou testemunha disso, por isso enalteço e comemoro este ganho para o povo.”

Ronaldo Cordeiro se pronunciou a respeito do manifesto da qualidade da merenda escolar: “Quando é trago nesta tribuna informações que não são verdadeiras, também nos manifestamos. Querer uma merenda de qualidade neste município, todos os vereadores querem. Os investimentos transferidos pelo Governo Federal, para merenda escolar, não são suficientes, e para isso a Secretaria de Educação tem investido, através dos recursos próprios do município, para complementar, e ainda assim, não são suficiente ter uma merenda de qualidade. Mas sabemos do compromisso dos gestores para melhorar a merenda escolar. Então afirmo, quando se diz que as escolas está há meses sem merenda escolar, não é verdade.”

E acrescentou: “O excesso na busca de denegrir a imagem da administração nos faz emitir um parecer deixando sobressair a nossa opinião. São 36 escolas equipadas no município, com ventiladores, troca de pisos, carteiras, e qualquer cidadão podem está indo a essas unidades e certificar essas reformas. Quando se fala de uma servidora que recebeu os seus direitos adquiridos,estamos falando que a lei foi cumprida de forma devida, o Tribunal de Contas acompanha isso, a Secretaria acompanha e os vereadores podem acompanhar. As informações precisam ser ditas de maneira verdadeira  para que a população entenda”, finalizou o presidente da Câmara.

Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.