editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Curtas & Picantes

por Dilvan Coelho
Publicado em 24/05/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (135)

 

Rui Costa critica Bolsonaro

O governador Rui Costa (PT) criticou o governo de Jair Bolsonaro (PSL) por convocar manifestações a favor do presidente. Os atos estão previstos para acontecer no próximo domingo (26) e na Bahia devem ocorrer em 18 cidades. Para o petista baiano, o governo Bolsonaro quer “incentivar a guerra” com os protestos. “Quem está no governo federal não tem que convocar manifestação. Precisa juntar as pessoas a favor do Brasil e harmonizar as ideias. A postura deve ser de acalmar a população e chamar para o diálogo. Mas, em vez de governar, estão incentivando a guerra”, criticou, em uma postagem no Twitter. O Governador Baiano está se posicionando como o principal opositor de Bolsonaro, e poderá ser um futuro candidato a presidente da República da oposição.

 

Professores vão paralisar

Após se reunir com a gestão do município e não obter um acordo, professores da rede municipal de ensino, de Teixeira de Freitas, decide por manter a paralisação com estado de greve. Vão paralisar as atividades durante 5 dias a partir do dia 28/05 e no dia 03/06 farão uma assembleia para decidirem se irão declarar greve por tempo indeterminado, caso não haja nenhum acordo. Por lado do governo, o Secretário de Educação deixa claro que se tiver qualquer tipo de reajuste vai haver atraso de salário e do décimo terceiro, porque a verba do Fundeb que a prefeitura recebe do governo federal é insuficiente para pagar a folha e tem hoje um déficit de 6 milhões de reais. O Secretário pergunta: “ter reajuste e salário atrasado, ou não ter reajuste e os salários em dias”? Essa é a grande questão.

 

Impopularidade do governo

Em pesquisa realizada pelo Instituto FOCO, a população de Teixeira de Freitas respondeu quais os principais problemas da cidade e comprova a impopularidade da atual gestão. O levantamento foi realizado entre o dia 20 e 21 de maio de 2019, onde 960 eleitores residentes e com domicílio eleitoral no município de Teixeira de Freitas foram entrevistados. Com o objetivo de avaliar a atual Gestão Municipal e analisar o cenário político eleitoral para as Eleições 2020, os entrevistados responderam sobre administração, e os principais problemas que afetam a cidade. Quando perguntados se acreditam que o prefeito e sua equipe terão condições de fazer o que é mais importante para Teixeira de Freitas, apenas 8,85% responderam que SIM, contra 88,54% que disse NÃO.

 

Cenário Político Eleitoral

Os eleitores também responderam qual o vereador de Teixeira de Freitas que mais trabalha em benefício da população, e no topo das pesquisas estão: o vereador, Jonathan Molar, com 14,17%; Marcos Belitardo, com 6,56% e Ronaldo Cordeiro, com 2,50%, os outros aparecem com baixo desempenho. Os eleitores também responderam quem gostaria que ocupasse o cargo de prefeito de Teixeira à partir de 2021, os seis primeiros colocados na pesquisa estimulada são: Caio Checon 17,18%; Marcelo Belitardo 14,37%; Jonathan Molar 13,23%; Lucas Bocão 12,29%; João Bosco 10,31%; Marta Helena 8,75%; os outros nomes apresentados apareceram com a pontuação abaixo de 3,00%. O prefeito Temóteo Brito mesmo não tendo aparecido entre os 6 primeiros colocados é um candidato competitivo.

 

Critérios para escolha

Para os entrevistados, os 4 principais critérios que utilizarão para escolher o próximo prefeito de Teixeira de Freitas são: 1º – Honestidade / Caráter / Ficha limpa 28,23%; 2 º – Mudança / Renovação 14,06%; 3º – Propostas / Projetos 10,31%; 4º – Capacidade / Competência 8,44%. A questão da honestidade é hoje o item que a população vai mais cobrar dos futuros candidatos, aquele que não tiver um passado limpo terá pouca chance de entrar no jogo. A operação Lava Jato fez o povo brasileiro acordar e passar a ser mais exigente na escolha dos seus governantes. Além disso, o eleitor Teixeirense não quer apenas mudança, quer a renovação das ideias e dos métodos de atuação. Principalmente no que diz respeito aos modelos de gestão que devem primar pela moralidade e eficiência.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 18/05/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (134)

 

Reforma administrativa

Diante da crise que as prefeituras vêm atravessando, uma das formas de conseguir driblar a crise é fazer a reforma administrativa reduzindo o número de secretarias e enxugando a folha de pagamento, várias prefeituras estão fazendo isso. Em Teixeira de Freitas o assunto ganhou força quando o líder do governo Agnaldo da Saúde na tribuna da Câmara, na última quarta feira fez um apelo ao prefeito, sem citar nomes ele falou: “Senhor prefeito Temóteo, vamos analisar e fazer uma reforma administrativa em sua gestão, diminuir secretarias, pois sei da sua competência e trabalho, e não devemos aceitar secretários que se esconde atrás de cadeiras, sem compromisso e que faz um trabalho medíocre.” Um fato é certo, a rejeição se deve muito a postura de alguns membros do governo.

 

Greve dos professores

O vereador Jonathan Molar iniciou sua fala na última reunião da Câmara mencionando a luta dos professores pelo fim do congelamento de recursos para a educação e classificou seu discurso como “uma análise geral” da educação no Brasil: “Já vivemos tempos de crise na educação deste país e nada se comparou ao momento que estamos vivendo agora. Digo que este é o pior período da educação brasileira desde 1988 com a redemocratização do país e com a Constituição de 88. Os três níveis de poder, o Governo Federal, o Governo Estadual da Bahia e o Governo Municipal, estão sucateando a educação brasileira.” Com relação a educação municipal ele falou que não foi pago o reajuste do piso salarial do ano passado e ainda não foi pago deste ano, e garantiu que se não for pago terá uma greve geral no setor.

 

Vereadores candidatos

Dos vereadores atuais existe possibilidades de 3 deles serem candidatos a prefeito. Agnaldo da Saúde poderá ser o candidato oficial do prefeito Temóteo Brito. Da oposição dois vereadores poderão ser candidatos: Se João Bosco não sair candidato, Erlita Freitas poderá ser a candidata da preferencia dele. O outro vereador que não se considera nem de situação e nem de oposição e mantém uma postura independente é Jonathan Molar. Molar foi eleito pelo Solidariedade, partido que Caio Checon é presidente, e provavelmente será candidato a prefeito, portanto Molar deverá buscar seu espaço em outro partido que pode ser um partido de centro esquerda, como o PSB, o PDT ou o PR, partidos que compõe a base de apoio do Governo Rui Costa, ou mesmo o Partido NOVO.

 

A proliferação das pesquisas

Em Teixeira de Freitas, as pesquisas proliferam quando aproxima o período eleitoral. Como as campanhas foram antecipadas devido aos debates nas redes sociais, as pesquisas estão sendo intensificadas e todo mundo faz pesquisa, não somente a classe política, mas também os empresários para saberem em quem apostar suas fichas. Até o momento os nomes que tem sido destaques são os que representam mudanças, como Caio Checon, Lucas Bocão, Marcelo Belitardo e Jonathan Molar. Em seguida vêm dois nomes bastante conhecidos, João Bosco e Marta Helena que já disputaram várias eleições. Nas últimas pesquisas dos diversos institutos, inclusive do governo, quem lídera é Caio Checon, porém devido a manobra que fez em direção a partidos da base governista, corre o risco de perder a liderança.

 

Avaliação dos prefeitos

A região do Extremo Sul que é composta de 13 municípios que vai de Mucuri ao Prado pela Costa das Baleias compondo 5 municípios, tem Itamaraju e Teixeira na BR-101 e mais seis ao oeste, que vai de Jucuruçu a Ibirapoã. Dos 13 municípios os que estão com melhor avaliação são: Caravelas, Lagedão e Ibirapoã e os 3 piores são: Nova Viçosa, Mucuri e Prado. Os outros 7 municípios estão com dificuldades financeiras mas alguns tem realizado obras significativas, o caso de Teixeira cuja rejeição também é alta se deve mais a questões comportamentais, e de gestão, porém existe uma luz no final do túnel: se o prefeito fizer uma reforma administrativa e conseguir a liberação do projeto do PAC-2, pode ser que consiga virar o jogo. Isso porque, o maior problema de Teixeira está na infraestrutura, além da saúde que é um problema complexo de se resolver.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 11/05/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (133)

 

Parabéns Teixeira: 34 anos

Emancipada em 9 de maio de 1985, Teixeira de Freitas se tornou a menina dos olhos do Extremo Sul da Bahia. Hoje é a cidade mais populosa do Extremo Sul e a segunda do Sul, sendo superada apenas por Itabuna, já superou Ilhéus que permaneceu estagnada nos últimos anos. Teixeira de Freitas ocupa entre os 417 municípios baianos o 8º lugar no ranking dos mais populosos, porque além de Ilhéus, superou Jequié também, apesar de que a falta de infraestrutura é o principal problema da cidade, porque tem apenas 20% das suas ruas pavimentadas, uma vez que o poder público não tem acompanhado o seu crescimento. Ainda jovem Teixeira está dando os primeiros passos para um futuro promissor, hoje é uma das cidades que tem um dos maiores índices de crescimento do Brasil.

 

Justiça desbloqueia contas

A Justiça do Trabalho que havia decidido pelo bloqueio de R$ 3 milhões das contas da prefeitura de Teixeira de Freitas, no último dia 3, acatou pedido da Procuradoria Geral do Município e determinou o desbloqueio imediato dos bens da Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas. Na petição, a Procuradoria alegou que o bloqueio poderia trazer inúmeros problemas ao município, uma vez que diversas contas foram bloqueadas. A decisão do desbloqueio partiu da mesma juíza que determinou o bloqueio. A ação foi movida pelo Sindicato dos Trabalhadores da Saúde em Itabuna contra a Provida  e o município responde solidariamente no processo. O principal responsável por esse imbróglio jurídico foi a gestão de João Bosco que trouxe a Provida para Teixeira de Freitas.

 

Bastidores da política

O bastidor da política Teixeirense na última semana foi bastante movimentado devido ao convite que o pré-candidato Caio Checon recebeu da cúpula do PSD na Bahia através do deputado estadual Eduardo Alencar irmão do Senador Otto Alencar e avalizado pelo deputado federal Paulo Magalhães o mais novo desafeto do prefeito Temóteo Brito. Além do convite do PSD Caio Checon estuda também a possibilidade de entrar no PP cujo presidente é o vice-governador João Leão. As razões porque Caio está sendo um político desejado de Teixeira é porque foi o candidato a deputado federal mais votado em Teixeira e hoje lidera nas pesquisas na corrida eleitoral para prefeito em 2020. Além disso, o nome de Caio é uma das promessas para renovação da política Teixeirense.

 

Movimentação do prefeito

O prefeito Temóteo Brito com a notícia de que Caio teria sido convidado para assumir a direção do PSD em Teixeira, também se movimentou e foi a Brasília em companhia do prefeito Léo Brito, do presidente da Câmara de Vereadores Ronaldo Cordeiro e também dos vereadores Bernardo Cabral e Jores de Gel, tiveram dois encontros importantes, um com o Senador Otto Alencar, presidente do PSD na Bahia e outro com a presidente do PSL na Bahia a deputada federal Dayane Pimentel. em companhia do presidente do diretório de Teixeira o ex-vereador José Gonzaga. Do encontro com Otto Alencar foi publicada apenas uma foto do prefeito Temóteo e do prefeito de Alcobaça Léo Brito. Porém do encontro com a deputada foi divulgado um vídeo em que ela se comprometeu a trabalhar em prol das políticas púbicas de Teixeira. Enquanto Gonzaga formulou um convite para a deputada vim a Teixeira participar de um grande evento. Que evento seria esse?

 

Manobras arriscadas

Tanto a movimentação de Caio Checon, como a do prefeito Temóteo Brito são de alto risco. Caio é considerado homem de direita e tem na grande maioria de seus eleitores esse posicionamento, e ao se deslocar pra a esquerda fica a pergunta: Será que os eleitores dele o acompanham? Com relação ao prefeito, o fato dele ter feito campanha em Teixeira para Fernando Haddad provocou uma reação da militância dos que estiveram engajados na campanha de Bolsonaro em Teixeira, aonde ele conquistou a vitória apenas em 4 cidades da Bahia: Teixeira, Buararema, Itapetinga e Luís Eduardo Magalhães. A reação da militância de Bolsonaro em Teixeira foi tão forte que repercutiu na imprensa baiana, ao ponto do Bahia Noticias e outros sites já publicaram matérias sobre o assunto.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 05/05/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (132)

 

A greve da UNEB continua

A greve dos professores das universidades estaduais chega nesta sexta-feira (3) ao 25° dia. Conforme o comando de greve, até o momento não foi feita nenhum encontro com o governador Rui Costa. “A gente quer que ele sente conosco, olho no olho. É estranho que um governador que foi sindicalista trate o movimento assim”, disse Lilian Machado, diretora executiva da Aduneb [Sindicato dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia]. Entre as reivindicações dos professores, o movimento cobra promoções de carreiras de pelo menos 400 docentes que aguardam o benefício há quatro anos. Em Teixeira de Freitas a categoria de professores também está em estado de greve e o prazo estabelecido para deflagrar a greve é o dia 15 de maio se as reivindicações não forem atendidas pelo prefeito.

 

Motivos da rejeição de Temóteo

O prefeito Temóteo Brito acredita que vai conseguir reverter o quadro atual do seu governo, que está com alto índice de rejeição, igual aconteceu com o Padre Apparecido, que no último ano do seu mandato fez um grande programa de asfaltamento na cidade e conseguiu reverter o quadro e foi reeleito. Resta saber se a rejeição do atual governo são as mesmas do governo do padre. Um dos maiores erros da política é olhar para o retrovisor, e achar que as estratégias que deram certo no passado darão também no presente. A política é dinâmica, por isso mesmo é preciso entender o momento. As causas da rejeição do Padre eram completamente diferentes do que ocorre no governo atual. Mesmo porque, o salto alto de alguns membros do governo de Temóteo tem contribuído para o desgaste.

 

A comunicação do governo

Desde o início do governo Temóteo Brito o próprio prefeito dizia aos quatro ventos que não queria falar de política e somente de gestão. Essa fala do prefeito contaminou a cúpula do governo. Ocorre que não se faz gestão sem política e as duas devem andar de mãos dadas. Provavelmente essa foi uma das principais causas da rejeição do atual governo. Outro fator importante foi a falta de uma boa comunicação que fizesse com que a população entendesse os objetivos do governo. Comunicar não é o que você diz, é o que os outros entendem. Hoje os principais meios de comunicação da cidade são as rádios e as redes sociais, que vem aquecendo o debate, ajudou desgastar o governo e antecipar a campanha eleitoral. A televisão em Teixeira tem pouca influência porque não tem jornalismo local.

 

A proliferação dos fakenews

Algumas pessoas utilizam de fakenews, ou seja personagem com nome falso, para denegrir a imagem dos desafetos, fazendo ataques pessoais. Em Teixeira existe um fakenews com codinome de Roberto Brito que divulga seus ataques nas redes sociais principalmente no Teixeira Vendas. Esse personagem já fez ataques a várias pessoas, no entanto já se sabe quem está por trás desses atos covardes. Denuncias já foram protocoladas inclusive na Polícia Federal, e uma hora a máscara vai cair e certamente esse delinquente irá responder na justiça por seus atos. Quem tem caráter escreve e assina em baixo e se responsabiliza por aquilo que escreve, como é o caso de várias pessoas que atuam corajosamente na mídia de Teixeira de Freitas, inclusive colocando em risco a própria vida.

 

Formação do novo grupo

A formação do novo grupo político em Teixeira com alguns pré-candidatos ganhou força com a adesão de Caio Checon que vem liderando as pesquisas e é um candidato competitivo. Os outros nomes que participam do grupo são Lucas Bocão, que está em segundo lugar e tem capacidade de crescimento, Jonathan Molar que vem crescendo de forma surpreendente, Marta Helena que já tem uma boa base política consolidada, e o ex-secretário de saúde Eujácio Dantas que fez uma excelente gestão frente a Secretaria de Saúde no governo de João Bosco. Dos novos pré-candidatos o único que ainda não participa do grupo é o médio Marcelo Belitardo que vem fazendo com a FUNDAÇÃO VIDA um excelente trabalho nos bairros periféricos. Se esse grupo se unir mesmo, os velhos políticos vão botar as barbas de molho.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 27/04/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (131)

 

Pena de Lula foi reduzida

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter a condenação, mas reduzir a pena imposta ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex no Guarujá. O relator, Felix Fischer, e os ministros Jorge Mussi, Reynaldo Soares da Fonseca, presidente da turma, e Marcelo Navarro concordaram em reduzir para 8 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão a pena de 12 anos e 1 mês por corrupção passiva e lavagem de dinheiro imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). Os votos foram proferidos durante julgamento de um recurso apresentado pela defesa do ex-presidente e atenderam parcialmente ao recurso. Lula poderia ficar no regime semi aberto daqui a 4 meses, mas como existem outros processos em andamento dificilmente vai conseguir se livrar.

 

Mandatos podem ser prorrogados

O Deputado Federal Rogério Peninha (MDB-PR) entrou com uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) com o objetivo de prorrogar até 2022 os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores de todo o país, que estão previstos para serem concluídos no ano que vem. A PEC foi protocolada na Câmara dos Deputados no dia 12 de abril de 2019, durante a Marcha dos Prefeitos em Brasília. A proposta vem ganhando força no Congresso Nacional, já que, no entendimento da maioria dos deputados e senadores, a alteração unificaria todos os os pleitos eleitorais em um só ano, reduzindo gastos e interrupções em tramites legislativos e executivos. A última vez que aconteceu isso no Brasil foi durante a administração de 1977 a 1982, cujo prefeito de Alcobaça era o saudoso Gelson de Oliveira Costa o (Cabloquinho), quando Teixeira ainda pertencia a Alcobaça/Caravelas.

 

Política é como nuvem

O saudoso ex-governador de Minas Gerais Magalhães Pinto dizia que “política é como nuvem, você olha está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”. Na verdade o mais difícil da política é você entender o momento que varia a cada instante, por isso mesmo que não se pode fazer política olhando para o retrovisor. A maioria dos erros cometidos é porque muitos acham que o que deu certo no passado dará certo no presente. Hoje com a evolução dos meios de comunicação, principalmente das redes sociais, o mundo está mudando muito rápido, as noticias e os fatos chegam com a velocidade da luz, principalmente as noticias que envolvem desvio de conduta dos governantes. Esse foi o caso da PF ter descoberto o bunker de Gedel através de denuncias de moradores pelo Whats App.

 

Os avanços de Teixeira

Em Teixeira de Freitas a capital do Extremo Sul da Bahia e uma das 8 cidades maiores da Bahia, com uma economia diversificada e a missigenação de pessoas das mais variadas origens, aonde o comércio tem grande influencia nas decisões da política, mas o poder público não tem conseguido acompanhar o progresso da cidade. Por conta disso apenas 20% da cidade tinha pavimentação no início do atual governo. Mesmo o prefeito tendo executado pavimentação em 5 bairros, desde o início do seu governo, mesmo assim a situação mudou muito pouco. Entretanto existe a promessa do prefeito de pavimentar 100 ruas por ano, o que até agora não aconteceu, mas se ele realmente conseguir aprovar o projeto do PAC-2 dará um grande avanço, e com isso poderá até pleitear a reeleição.

 

Cenário político de Teixeira

Como a política de Teixeira é dinâmica, tal qual a cidade, a cada dia o cenário muda como a nuvem. Com a situação atual da administração que está reprovada, por isso várias candidaturas novas têm proliferado. Entretanto os que sempre estiveram no jogo, de repente podem ressurgir das cinzas, como é o caso de Temóteo Brito, Uldurico Pinto e João Bosco. Se João Bosco for candidato, mesmo sob judice é uma candidatura forte, que não pode ser subestimada, principalmente se Temóteo não conseguir virar o jogo. O que se observa é que os nomes novos, mesmo tendo chance de ganhar a eleição, mas tem dificuldade de se unirem porque quase impossível acomodar os projetos pessoais de cada um. Seriam eles: Caio, Marta, Lucas, Marcelo, Molar e Eujácio, que somados daria hoje mais de 70% nas pesquisas.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 22/04/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (130)

 

Encenação da Paixão de Cristo

Na sexta-feira santa foi encenada a paixão de Cristo no Estádio Municipal de Teixeira de Freitas, para mais de 4 mil pessoas que lotaram as dependências do Estádio. Para lembrar a Paixão de Cristo e manter vivo o sentimento de paz e de ressurreição, a Prefeitura de Teixeira de Freitas, por meio da Casa da Cultura, promoveu um espetáculo que ficará marcado como o retorno desta tradição, que há muitos anos não era realizado na cidade. O evento contou com a participação de corais e da comunidade. Foram mais de 40 dias de ensaio, 200 atores envolvidos, iluminação profissional, efeitos especiais, três palcos e sentimento de fé. Como explicou Pires, diretor do espetáculo: “Devemos agradecer ao elenco que ensaiou de baixo de sol e de chuva, para trazer a vocês este show de fé e emoção”.

 

A liberdade de Imprensa

Na mesma semana em que o (STF) determinou a retirada do ar de reportagens sobre o presidente da corte, Dias Toffoli, a ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF) divulgou o ranking de liberdade de imprensa de 2019. Na edição deste ano, o Brasil perdeu três posições e agora ocupa o 105ª lugar entre os 180 que compõem a lista. Entre os vizinhos sul-americanos, apenas Bolívia, Colômbia e Venezuela têm condições piores de trabalho para jornalistas que o Brasil. O melhor lugar do mundo para jornalistas é a Noruega. A entidade ressalta o clima mais hostil no mundo à prática jornalística neste ano. A hostilidade contra os jornalistas, e até mesmo o ódio transmitido em muitos países por lideranças políticas, resultou em atos de violência mais graves e frequentes que aumentam os riscos.

 

A Imprensa de Teixeira

O prefeito Temóteo Brito sempre fala em seus pronunciamentos de que na democracia a Imprensa deve ser livre para criticar, cobrar e até denunciar. Acontece que os seus assessores diretos pensam diferente, qualquer critica, por mais suave, tomam como ofensa e levam ao prefeito de forma distorcida, o que provoca animosidade com a imprensa, ainda que seja aliada. Essa atitude termina prejudicando a relação do governo com a imprensa. Se a imprensa só faz elogiar, pouco ajuda para formar opinião, se só faz criticar também ajuda pouco aos adversários. Como se sabe não existe imprensa imparcial, mas é igual a mulher de César, não tem que ser honesta, mas tem que parecer ser. A imprensa também tem que parecer ser imparcial, somente assim passa a ter um maior número de leitores que são os formadores de opinião.

 

Pesquisa aquece candidaturas

Como as campanhas foram antecipadas, por isso as candidaturas em Teixeira estão sendo discutidas com maior intensidade e as pesquisas aquecem as candidaturas. Hoje os nomes que pontuam nas pesquisas são: Caio Checon, Lucas Bocão, Marta Helena, João Bosco, Jonathan Molar, Marcelo Belitardo, Temóteo Brito, Eujácio Dantas, Agnaldo da Saúde, Ronaldo Cordeiro e Dr. Roney Moreira. Resta saber quem realmente será candidato. Tudo indica que João Bosco estará impedido. O prefeito Temóteo Brito tem sinalizado que apoiará um candidato. A família Pinto até o momento está fora do jogo. Sendo assim, os possíveis candidatos hoje são: Caio Checon, Jonathan Molar, Marcelo Belitardo e Agnaldo da Saúde, sendo que Eujácio Dantas, Lucas e Marta poderão ser candidatos ou compor com algum candidato.

 

Grupo político se organiza

Um novo grupo político liderado por Sérgio Guimarães tem se organizado e recentemente ganhou mais um componente que é o pré-candidato Caio Checon, entretanto Eujácio Dantas saiu do grupo. Não é uma tarefa fácil acomodar projetos pessoais para sair uma candidatura única do grupo, o que seria ideal para a oposição. Do lado do governo existem 3 candidatos em potencial, que é o próprio prefeito Temóteo Brito, o líder do governo Agnaldo da Saúde e o atual presidente da Câmara de vereadores Ronaldo Cordeiro. Agnaldo trabalha com a hipótese de ser o candidato oficial do governo e está buscando compor com alguns pré-candidatos da oposição. Sem dúvida que se Agnaldo tiver o apoio da máquina administrativa e fizer uma boa composição, passa a ser um candidato competitivo.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 14/04/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (129)

 

Projeto cidade limpa

Foi realizada no dia 10/04, mais uma reunião ordinária na Câmara Municipal de Teixeira, onde os vereadores fizeram uma avaliação da audiência pública realizada na ultima segunda-feira (08), com o propósito de apresentar a segunda etapa do projeto “Cidade Limpa”. A maioria dos vereadores elogiou o sucesso que foi a audiência pública, para apresentação do projeto “Cidade limpa. Segundo o vereador Valci Vieira: “Foi muito bom ver a casa cheia e ter essa resposta positiva por parte da comunidade, que abraçou o projeto”. O projeto não tem apenas um elaborador, é necessária a colaboração de todos para que esse projeto caminhe como deve ser”, disse o vereador. O projeto foi dividido em partes, a segunda parte diz respeito ao desenvolvimento das ações que foram planejadas.

 

Instalação das lixeiras

Na audiência pública o Bispo Don Jailton cobrou da prefeitura que fossem instaladas lixeiras na cidade ao longo da Av. Getulio Vargas. No dia seguinte a Prefeitura de Teixeira de Freitas assinou uma parceria para instalação de lixeiras e placas informativas no município. A ação demonstrou que a Prefeitura será a principal parceira para a manutenção da limpeza da cidade e preservação do meio ambiente e será realizada por meio de parceria entre a Prefeitura, ACE – Associação Comercial e Empresarial de Teixeira de Freitas e a Brasilplaq – empresa de sinalização. O trabalho será executado pela empresa Brasilplac Ltda Me, sem ônus para a Prefeitura. O prazo de permissão de uso do espaço público é de acordo com a preservação estética e funcional das lixeiras e placas.

 

As reeleições na região

Na região da costa das baleias, composta de 13 cidades, na eleição de 2016, apenas 4 prefeitos foram reeleitos nas cidades de Lagedão, Vereda, Prado e Jucuruçu, portanto em 9 cidades os atuais prefeitos poderão ser candidatos a reeleição.  Os analistas políticos estão vendo a reeleição com mais dificuldade do que na eleição passada. No livro Cabeça do Eleitor o autor mostra uma estatística de que se o prefeito não tiver um índice de avaliação do governo de ótimo/bom maior do que 40% dificilmente consegue se reeleger. Atualmente pelas informações que temos, apenas em 2 cidades os prefeitos estão com esse índice: Ibirapoã e Caravelas. Entretanto como ainda faltam 18 meses para a eleição, muita coisa poderá mudar. Em Teixeira de Freitas o prefeito está otimista em aprovar o projeto do PAC2.

 

Candidatos de Teixeira

De acordo com as pesquisas mais recentes, os nomes que se destacam até o momento para disputar a próxima eleição são os seguintes: Caio Checon, Lucas Bocão, João Bosco, Jonathan Molar, Marcelo Belitardo, Marta Helena, Temóteo Brito e Eujácio Dantas. Se Temóteo não sair candidato, do lado dele se destacam Agnaldo da Saúde e Ronaldo Cordeiro. Todos esses nomes pontuam nas pesquisas. Porém como ainda falta muito tempo, algum nome novo poderá surgir. Não significa que os nomes que aparecem hoje na frente serão os favoritos para disputar a eleição. Por exemplo, o prefeito Temóteo Brito, que tem um grande poder de articulação e o peso da máquina a seu favor poderá disputar a eleição com alguém da oposição, e se a oposição se dividir dificilmente Temóteo perde.

 

Um mistério a ser decifrado

Até hoje não se sabe porque as linhas diretas da Azul para Salvador e Vitória foram canceladas, uma vez que os voos sempre saiam lotados. O deputado Robinho na tribuna da Câmara dos deputados exigiu explicação para o cancelamento dos voos e foi publicado na imprensa, mas depois o assunto morreu e até hoje o deputado não se pronunciou mais sobre o assunto, mesmo nós tendo passado mensagem pra ele através do Whats App e não obtivemos nenhuma resposta até o momento. Existem especulações de que o cancelamento dos voos se deu devido a diminuição dos passageiros da Águia Branca para os dois destinos. Como dizem que a Águia Branca é sócia da Azul Linhas Aéreas pode ser que tenha havido um acordo para o cancelamento dos voos para as duas capitais.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 09/04/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (128)

 

Modelos de administração

Existem no Brasil três modelos de gestão pública: Patrimonialista, burocrático e gerencial. Após analisar os modelos de administração, podemos verificar que o modelo burocrático surgiu para poder eliminar as práticas existentes no modelo patrimonialista. No entanto, o modelo gerencial não surgiu com o objetivo de extinguir com a burocracia, mas sim para flexibilizar os pontos negativos do modelo rígido burocrático, preocupando-se mais com a qualidade dos serviços prestados aos cidadãos – destinatários finais da ação do poder público. Assim, podemos concluir sobre a importância da necessidade da Administração Pública de atuar buscando sempre a satisfação da coletividade, ofertando serviços de qualidade e facilitando a participação popular no gerenciamento estatal.

 

Deflagração das campanhas

Sem dúvida que as redes sociais e a internet precipitaram a deflagração das campanhas eleitorais em todos os lugares. Em Teixeira de Freitas que é uma cidade onde o debate eleitoral é pauta constante das discussões políticas, uma pesquisa recente mostra que 75% da população se interessam pelos assuntos da gestão e da política, em que as duas devem andar sempre de mãos dadas. Tanto o gestor como os assessores diretos diziam que não queriam falar de política e somente de gestão. Entretanto esse comportamento prejudicou o governo, a ponto de hoje a administração está com baixo índice de aprovação, por mais que tenha sido realizado obras de interesse popular, como o grande número de asfaltamento, reforma de escolas, e melhorias tanto na saúde como na educação.

 

Projeto cidade limpa

Foi realizada na noite desta segunda feira na Câmara de vereadores uma audiência pública sobre o tema para limpeza da cidade. O projeto está sendo coordenado pelo Bispo da diocese de Teixeira de Freitas/Caravelas Don Jailton que iniciou sua fala deixando bem claro que graças a Deus não é candidato a nada. Ele falou que um Bispo não foi feito só pra rezar e todo cristão deve cuidar de pessoas e melhorar a qualidade de vida e limpeza gera saúde e economiza recursos e além disso, o lixo gera renda e melhora a qualidade ambiental. Don Jailton apresentou um mapa mostrando aonde deve ser instalado lixeiras na cidade na Avenida Getulio Vargas e ele está pedindo a prefeitura para instalar as lixeiras e pediu ao Juiz Dr. Roney que usasse a caneta pra obrigar a prefeitura instalar as lixeiras.

 

Pesquisa de Teixeira divulgada

Quando aproxima as eleições, em Teixeira de Freitas muita gente faz pesquisas e até mesmo divulgam nos meios de comunicação. Recentemente foi feito uma pesquisa em Teixeira e divulgada em Itabuna no site Políticos do Sul da Bahia. A pesquisa mostra os índices de reprovação do governo e também os nomes do pré candidatos que aparecem na frente. Com destaque para Caio Checon, Lucas Bocão, João Bosco e Marta Helena, e não divulgou os nomes de outros dois pré-candidatos que pontuam bem nas pesquisas, o médico Marcelo Belitardo e o vereador Jonathan Molar. Devido ao recall da votação de deputado em que Caio saiu bem votado e, devido principalmente a isso, ele hoje lidera as pesquisas, ao lado do vice-prefeito Lucas Bocão, que também foi candidato a deputado.

 

Dia do jornalista 7 de Abril

Nesta data são homenageados os profissionais da mídia, responsáveis por apurar fatos e levar as informações sobre os acontecimentos locais, regionais, nacionais e internacionais, de maneira imparcial e ética. Seja no rádio, nos sites, na televisão ou nos jornais impressos, o jornalista deve sempre trabalhar tendo como base buscar sempre a imparcialidade e fontes de informação confiáveis. O Dia do Jornalista foi criado pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) como uma homenagem à Giovanni Battista Libero Badaró, importante personalidade na luta pelo fim da monarquia portuguesa e Independência do Brasil. Foi médico e jornalista, e foi assassinado no dia 22 de novembro de 1830, em São Paulo, O seu assassinato levou D. Pedro I a abdicar do trono em 1831, no dia 7 de abril.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 29/03/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (127)

 

Nada a comemorar de 64

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Felipe Santa Cruz criticou nesta quarta, 27, a proposta do presidente Jair Bolsonaro de estabelecer a comemoração do golpe de 31 de março de 1964. Em manifestação pública, Santa Cruz afirma que ‘comemorar a instalação de uma ditadura que fechou instituições democráticas e censurou a imprensa é querer dirigir olhando para o retrovisor, mirando uma estrada tenebrosa’. Santa Cruz aponta que o País vive ‘um cenário de crise econômica, com quase 13 milhões de desempregados’. Ele sugere ‘olhar para frente e tratar do que importa: o futuro do povo brasileiro’. “Não podemos dividir ainda mais uma nação já fraturada”, afirma o presidente da OAB. Não podemos permitir que os ódios do passado envenenem o presente, destruindo o futuro.”

 

Quem é da geração de 64 sabe!

Quando aconteceu o golpe de 64 a nossa geração estava na Universidade e a classe estudantil tinha uma participação ativa na política brasileira. A UNE-União Nacional dos Estudantes tinha força política a ponto de ter representantes no Congresso Nacional. Antes do golpe de 1964 teve na Bahia um congresso da UNE, na Reitoria da Universidade Federal da Bahia, na ocasião o Governador da Bahia era Lomanto Junior e o prefeito de Salvador Virgildasio Sena. Lomanto era homem da direita representante da classe ruralista, mas o fato de ter discursado no Congresso teve seu mandato em risco e chegou ser ouvido pelos Generais e só foi salvo devido a seu histórico. No entanto o prefeito Virgildásio Sena considerado um homem de esquerda, que também falou no congresso, teve o seu mandato cassado.

 

Debate na Câmara de vereadores

O líder do governo Agnaldo Teixeira, falou da importância de manter o decoro na plenária, como também tomar conhecimento de todos os fatos, bem como, os detalhes das informações repassadas nas reuniões: “Temos que trilhar o caminho do dialogo, com a base e a oposição, é assim que deve ser dentro desta casa. Temos que ser justos em denunciar, mas também em relatar o que está sendo conquistado, são construções, obras, muitas coisas estão acontecendo de bom na cidade. Ao vereador que colocou o requerimento, a respeito da merenda escolar, que possamos dialogar com a Comissão de Educação para que isso seja trago em debate. Vamos ter cautela e buscar dialogar entre os responsáveis, a fim de encontrarmos uma solução.”

 

Sobre o salário da professora

O Líder do governo citou o caso da professora Maria José, que de acordo a mídia, a professora estava recebendo de forma indevida um salário de R$25 mil reais. “A quantia recebida pela professora, foi feita de forma detalhada, onde está de acordo às leis o recebimento de 13º salário e férias. É muito triste ver isso vinculada nas redes sócias, onde o nome de uma pessoa é jogado na lama.” O assunto também foi abordado pelo professor e vereador Valcir: “A Maria José é servidora há mais de 20 anos, concursada como coordenadora e como professora, então quem acompanhou o trabalho da Maria José nestes mais de 2 anos como diretora pedagógica, sabe que por exemplo, quem ocupa este cargo, nunca tira férias, por força do trabalho, e é claro, que os direitos vão sendo acumulados, foi isso que aconteceu.”

 

Vereador se diz independente

O vereador Jonathan Molar parabenizou a gestão pela implementação dos semáforos na cidade, e falou sobre a comemoração do golpe militar de 64. “Comemorar a Ditadura Militar é comemorar a tortura neste país, eu vivo uma democracia eu vou continuar lutando por essa democracia”. Molar acrescentou a importância de se ter uma “atitude” em uma sociedade que é regida pelo “chicote” e fortaleceu sua postura em observar o que está errado e cobrar uma nova postura. “Quando falo sobre a educação da cidade, convido vocês a irem até as escolas e veem de perto a real situação. Concordo que várias escolas foram reformadas, mas ora, se onze escolas foram fechadas, é o mínimo que se espera”. O vereador questiona a forma que Teixeira está sendo governada, imprimindo o medo, mas segundo ele: “a esperança sempre vence o medo”.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 22/03/2019 ás 07:44h

CURTAS E PICANTES (126)

 

A prisão de Michel Temer

Temer é o segundo ex-presidente do Brasil que foi parar atrás das grades por corrupção passiva e formação de quadrilha. O Brasil está dando exemplo para o mundo no que diz respeito a punir aqueles que fizeram farra com o dinheiro público. A prisão de Temer depois que perdeu o fórum privilegiado já era esperada pelo povo brasileiro. Temer saiu pela porta do fundo e sequer teve condição de ser candidato a reeleição e até mesmo de indicar um candidato. Mesmo sem ter sido indicado por ele o competente ministro da fazenda do governo de Temer, Henrique Meireles teve uma votação pífia, apenas 1,2% dos votos válidos. A prisão de Temer juntamente com o ex-governador do Rio de Janeiro, Moreira Franco deverá levar os políticos brasileiros a ficarem com as barbas de molho.

 

Renovação da política Teixeirense

Tudo indica que em Teixeira terá a maior renovação política de toda região do Extremo Sul. Isso porque, as principais lideranças deverão ficar fora do jogo. Um dos maiores líder da região, o atual prefeito Temóteo Brito tem dito que não será mais candidato e irá se empenhar para eleger o sucessor. O ex-deputado Uldurico Pinto já aposentou e deixou o legado para o filho, e o seu poder de influenciar na eleição de Teixeira diminuiu com a quebra da hegemonia da Rede Sul Bahia e a saída de Lucas Bocão para atuar na radio Eldorado da família Guimarães, que deverá entrar no jogo. O ex-prefeito João Bosco deverá ficar mesmo inelegível por oito anos. Com isso o espaço ficará vazio para outros nomes novos ocuparem e as pesquisas apontam quem serão os próximos atores com potencial de crescimento.

 

Ascensão e queda dos Pinto

A família Pinto liderada pelo ex-deputado Uldurico Pinto chegou a ocupar um espaço na política do Extremo Sul que repercutiu em toda Bahia. A família entrou na política com a candidatura de Francistonio Pinto a prefeito de Teixeira de Freitas, em 1985. No ano seguinte Uldurico se elegeu deputado federal e dois anos depois em 1988 conseguiu eleger 4 irmãos prefeito: Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Medeiros Neto e Serra dos Aimorés. Em 1990 se reelegeu deputado federal e elegeu Ubaldino Junior deputado estadual. Em 1992 apresentou Ubaldino Junior candidato a prefeito de Teixeira e perdeu para Temóteo Brito. Em 1994 Ubaldino Junior foi eleito deputado federal e em 1996 foi eleito prefeito de Porto Seguro e Beto Pinto voltou a prefeitura de Medeiros Neto, nesse mesmo ano Uldurico perdeu a eleição para Wagner Mendonça em Teixeira de Freitas.

 

A saga de Uldurico Pinto

Uldurico Pinto começou entrar em queda com a derrota dele a prefeito de Teixeira e quando foi ser secretário da saúde em Porto Seguro. Principalmente devido a atuação de Uldurico frente a secretaria de Saúde fez Ubaldino perder o mandato de prefeito. Por conta disso Ubaldino ficou inelegível e tenta voltar a prefeitura elegendo os irmãos, mas até hoje depois de 3 tentativas não conseguiu elege-los. Segundo o saudoso Francistonio Pinto, o projeto político da família Pinto foi enterrado no campo santo, junto com Luis Eduardo Magalhães, quando a família Pinto aderiu ao carlismo. Outro tiro no pé que Uldurico deu novamente foi quando ajudou eleger Temóteo Brito seu adversário histórico. A sobrevivência de Uldurico na política se deve a rede de comunicação que dispõe até hoje.

 

Greve dos professores em Teixeira

A categoria de professores depois de ter decidido em assembleia geral no dia 16/03 deflagrou a greve por tempo indeterminado a partir do dia 21/03 dando cumprimento ao prazo legal de 72 horas. Os professores saíram em passeata percorrendo as ruas centrais da cidade com faixas reivindicando seus direitos. Sendo que a principal reivindicação está no reajuste salarial de acordo com o piso previsto em Lei federal no valor de 3,41%. O principal argumento dos professores é porque outras cidades da região fizeram os reajustes. Mesmo diante do apelo do Secretário de Educação através da imprensa, para que os professores não paralisassem suas atividades, ainda assim, a categoria foi para as ruas, e nesta sexta feira 22/03, teve assembleia, e foi decidido através de votação que voltarão as aulas na segunda feira 25/03.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP