editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Curtas & Picantes

por Dilvan Coelho
Publicado em 14/08/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (147)

O DEM aposta nos maiores

As eleições municipais de 2020 foram a principal pauta da reunião da executiva estadual do DEM realizada nesta segunda-feira (12) na sede do partido. No encontro, o prefeito ACM Neto, o vice Bruno Reis, o presidente estadual da sigla, Paulo Azi, além dos demais integrantes da executiva e parlamentares, discutiram as estratégias que serão adotadas para o crescimento da legenda no pleito do próximo ano. O foco das conversas são os 50 maiores municípios do estado. O partido tem avançado em conversas de definição de comissões executivas provisórias em municípios importantes, definindo também as estratégias que vão implementar nesse período que antecede a definição das candidaturas. Em Teixeira até agora o DEM aposta em Marcelo Belitardo, mas tem Marta Helena do PSDB que é de um partido aliado.

 

Rui Costa fica de fora

Diante da crise que o PT atravessa em todos os níveis, o governador Rui Costa (PT) afirmou, nesta quarta-feira (14), que não fará articulações para as eleições municipais, estaduais e nacionais do partido. “Eu não pretendo entrar como articulador ou como militante”, disse. De acordo com ele, o momento atual é de reconstrução do PT. A legenda, segundo Rui, deve repensar filosofias, linguagens, prioridades e ações para “responder aos desafios da sociedade moderna”. Apesar de não pretender entrar no debate de nomes para as eleições, o governador se colocou à disposição para atuar como “conselheiro”. Em Teixeira de Freitas além de João Bosco está inelegível, o partido está caminhando para um racha, um grupo liderado pelo ex-secretário Eujácio Dantas sairá do partido.

 

Teixeira poderá polarizar

As eleições de Teixeira caminha para ter pelo menos 5 candidatos. Em 2012 foi polarizada entre Temóteo e João Bosco. Já em 2016 teve 4 candidatos competitivos. Temóteo venceu com 29% dos votos totais. Se em 2020 tiver 5 candidatos deverá ganhar quem tiver 25%. No entanto como Teixeira é uma cidade polo e está entre as 10 maiores da Bahia, tanto o DEM de ACM Neto, como a base governista deverão trabalhar para polarizar a eleição. Do DEM já se sabe quem poderá ser o candidato, mas da base do governo ainda não se pode prever quem terá maior chance de vitória. Considerando o peso da máquina e o poder de articulação do prefeito, ele já começou a se movimentar e tem afirmado com todas as letras que irá para a reeleição. Temóteo sem poder disputou 4 eleições, imagina com poder!

 

Eleitores mais exigentes

A política mudou e quem não entender isso poderá ficar fora do jogo. O eleitor está mais exigente e quer saber qual o candidato que terá mais condições de fazer uma gestão com moralidade e, sobretudo com mais eficiência. Quem tiver um passado comprometido com a corrupção terão poucas chances, a exemplo do que aconteceu na última campanha presidencial. Venceu quem mais passou a ideia para a população que o dinheiro público seria respeitado. Por isso Bolsonaro venceu a eleição sem partido forte e sem recursos, derrotando o petismo. No nordeste Bolsonaro perdeu para o candidato do PT que representou a figura de Lula que se fosse candidato teria grande chance de ganhar. Porém na medida em que a expectativa de Lula sair da prisão diminui o PT também está definhando.

 

De como obter prestigio

“De todas as ações e virtudes de um líder, nada confere maior prestígio do que realizar grandes obras e servir, ele próprio, como raro modelo para seu povo”. Grandes líderes da história da humanidade e até do Brasil, adquiriram prestígio realizando grandes obras, foi assim com Juscelino Kubitschek que foi eleito com um Plano de Metas: “50 anos de progresso em 5 anos de realizações”. O Plano pretendeu atuar em cinco setores da economia nacional e estabeleceu várias metas para cada um deles, esses setores foram: energia, transportes, indústrias de base, alimentação e educação. Esse plano consistia em um projeto de desenvolvimento nacional com trinta e uma metas, a trigésima primeira meta era a construção de Brasília e a transferência da capital federal para lá.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 10/08/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (146)


 

Câmara aprova reforma

Depois quase dez horas de votações, o Plenário da Câmara concluiu a votação da reforma da Previdência em segundo turno. Os deputados rejeitaram os oito destaques apresentados e mantiveram sem alterações o texto principal aprovado no dia (7). Ao encerrar a sessão, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), agradeceu o apoio de todos os partidos na construção e na aprovação da reforma. “Ninguém chega a um resultado desse sozinho”, disse. Ele recebeu os cumprimentos dos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Como o texto do primeiro turno foi mantido, não há necessidade de que a proposta seja novamente aprovada em comissão especial. A matéria foi encaminhada para o Senado, onde passará pela (CCJ) e precisa ser aprovada em dois turnos.

 

Movimentação partidária

Foi iniciada a movimentação partidária em Teixeira de forma antecipada. A saída de Temóteo do PSD provocou um pronunciamento do Senador Otto Alencar que foi cordial ao aceitar a carta de desfiliação do prefeito. Temóteo vai para o PP do vice-governador João Leão, com o aval de Ronaldo Carletto, homem forte do partido e que tem beneficiado Teixeira com verbas no orçamento com valor superior a 20 milhões de reais. A deputada federal Lídice da Mata presidente do PSB baiano esteve em Teixeira nesse final de semana empossando a nova diretoria do partido. Aconteceu também nessa semana a adesão do Vice-prefeito Lucas Bocão ao PSD, aceitando o convite do deputado federal Paulo Magalhães. Em breve haverá um ato de filiação do grupo que terá Lucas como pré-candidato.

 

Candidatos regionais

Em Itamaraju o prefeito Marcelo Angênica irá enfrentar um adversário que hoje é o preferido da população. Por onde se anda na cidade o nome que mais se ouve é o de Luis Mário que foi o vice-prefeito de Pedro da Campineira e na última eleição ficou na segunda colocação perdendo a eleição por uma diferença pequena de votos. Como o prefeito está com a rejeição alta devido principalmente ao número de propostas não cumpridas e a má qualidade do serviço de  saúde está deixando a população inconformada. Na cidade do Prado a prefeita Mayra Brito que está com a administração bem avaliada precisa fazer melhor divulgação do seu trabalho. Mayra pretende eleger o sucessor, o nome do grupo que tem maior visibilidade é o de Jorginho, o presidente da Câmara de Vereadores.

 

Candidatos de Nova Viçosa

O fato do prefeito de Nova Viçosa, está com a administração com baixa aprovação faz com que os adversários despontem como favoritos na próxima eleição. Os favoritos hoje são: Dr. Cirnei e Luciana Machado, esposa do deputado Robinho, que não manifestou ainda a candidatura, só a partir de Janeiro é que tomará posição. Enquanto isso um nome que vem ganhando força em todo Município é o ex primeiro Ministro de Manoelzinho, o Dr. Charles, que foi candidato a sucessão de Manoel e perdeu para Robinho. A política de Nova Viçosa tem sido polarizada ente o grupo de Manoelzinho e o de Robinho que veem se alternando no poder há mais de 20 anos. O nome de Dr. Charles ganha força porque o povo de Nova Viçosa vê nele a condição de fazer uma gestão com mais eficiência e com menos política, isso porque ele é um técnico.

 

Candidatura de Temóteo

O prefeito Temóteo Brito não deixa dúvidas com relação a sua candidatura a reeleição. Quando interrogado se seria candidato, ele afirmou de forma enfática que tem 99,9% de possiblidade de ser. Acredita-se que devido a sua determinação, a única possibilidade de não ser candidato poderá ser problema de saúde, caso contrário ele vai pra cima. Temóteo se projetou como líder político regional devido a sua determinação em realizar obras grandiosas que marcaram a sua vida pública, e serviu de modelo de exemplo como homem que teve a sua trajetória marcada pelo trabalho, quer como político ou como empresário e muitas vezes ressurgiu das cinzas. O fato de Temóteo hoje está com a avaliação baixa não é motivo para fazer ele recuar. Afinal depois de 20 anos de tentativa ele retornou ao poder.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 01/08/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (145)

 

Grupo político se fortalece

O grupo político liderado pelo empresário Sergio Guimarães se fortaleceu com a participação do deputado estadual Robinho que ganhou o status de coordenador. O grupo hoje tem 2 pré-candidatos a prefeito: Jonathan Molar e Lucas Bocão e pretende atrair outros nomes. Jonathan Molar ainda não definiu em qual partido vai se filiar, mas deverá ser um partido da base do governo. Lucas Bocão foi convidado publicamente pelo deputado Paulo Maglhães para se filiar ao PSD. Eujácio Dantas um nome que vai crescer, deve sair do PT e certamente vai para um partido de centro esquerda, que pode ser o PSB ou o PDT. Se o grupo se mantiver alinhado com um projeto político definido, tem potencial para chegar o ano que vem com pontuação suficiente para ter um candidato competitivo, com isso outros nomes serão atraídos.

 

Candidatos da direita

Em Teixeira a discussão ideológica nunca foi importante nas definições de candidaturas, porém com a vitória de Bolsonaro, considerado um extremista da direita, esse tema começa a tomar força. Em Teixeira existe 3 candidatos que podem ser considerados de direita, Marcelo Belitardo (DEM), Marta Helena (PSDB) e Caio Checon (Solidariedade). O prefeito Temóteo Brito considerado um homem de direita e Carlista ortodoxo no passado, está saindo do PSD de Otto Alencar e deve se filiar ao PP com o aval de Ronaldo Carletto, homem forte do partido. Resta saber para aonde vão o ex-deputado Uldurico Pinto e o ex-prefeito João Bosco. Uldurico acredita que uma aliança dele com João Bosco é imbatível. Porém como o eleitor de Teixeira quer renovação, correm o risco de morrerem abraçados.

 

Candidatos de Salvador

Salvador que é maior colégio eleitoral da Bahia com 18% do eleitorado, possui 1,9 milhões de eleitores. Os bastidores da política baiana tende a ficar mais agitado com a pesquisa de intenção de votos, que será divulgada por uma emissora de TV local. Os pré-candidatos aguardam o resultado da pesquisa para traçar suas estratégias. Os principais nomes que deverão se colocar no cenário político são: O vice-prefeito Bruno Reis é o candidato natural de ACM Neto, outro nome forte do lado de ACM é Léo Prates atual secretário de saúde, que vem construindo pontes inclusive com partidos da oposição. Outros nomes cogitados são Geraldo Jr. presidente da Câmara, Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, e José Eduardo apresentador líder de audiência. Outros nomes de oposição estão se posicionando.

 

Candidatos de Teixeira

Pesquisas recentes mostram que existem seis candidatos que pontuam acima de 10%. Alguns desses nomes já se posicionaram como pré-candidatos: Caio Checon, Marcelo Belitardo, João Bosco e Marta Helena. Jonathan Molar e Lucas bocão preferem aguardar a definição do grupo que deverá indicar o nome que tiver melhor posicionado na pesquisa de janeiro, além disso, o grupo pretende agregar outros nomes. O prefeito Temóteo Brito mesmo estando com uma pontuação baixa é um candidato competitivo, devido ao peso da máquina e o seu poder de articulação, ele aposta nas obras que irá realizar, principalmente com a aprovação do projeto do PAC. Além desses, outros nomes estão correndo por fora para entrar no jogo, como Eujácio Dantas, Agnaldo da Saúde e o Juiz Roney Moreira.

 

Exemplo a ser seguido

Existem vários exemplos ao longo da história de candidatos que eram desconhecidos e venceram a eleição. Em Colatina uma cidade tradicional situada no noroeste do Espirito Santo, o prefeito Sérgio Meneguelli com humildade e carisma venceu as eleições derrotando lideranças tradicionais e conquistou a admiração de milhares de pessoas pelo mundo, por ser linha dura no combate à corrupção, não desperdiçar dinheiro público e administrar com amor doando até seu tempo livre em prol de ações benéficas ao dia a dia, do município e principalmente, do cidadão. Toda essa visibilidade proporcionou ao Prefeito o Troféu “Notable Brazilian Award”. Um prêmio anual conferido a pessoas que mantém uma agenda de compromissos sociais, morais e políticos em favor da nação brasileira.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 26/07/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (144)

 

Inauguração do Aeroporto

Aconteceu na última terça feira (23) a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha em Vitória da Conquista, uma obra executada com recursos do governo federal (70%) em convenio com o governo da Bahia (30%). A obra foi inaugurada com a presença do presidente da República Jair Bolsonaro e com a ausência do Governador da Bahia Rui Costa, que não participou com medo de ser hostilizado pela população que contou com grande público. Além do governador não ter participado, impediu que a polícia militar promovesse a segurança do presidente que é uma obrigação constitucional da corporação. O prefeito de Salvador ACM Neto além de comparecer criticou a atitude do Governador dizendo que achava um absurdo querer prolongar o palanque político do ano passado, ou antecipar o palanque de 2022.

 

Projeto do PAC – 2

O Prefeito Temóteo Brito e comitiva entregou em mãos o Projeto de Saneamento Integrado da Bacia do Rio Itanhém (PAC 2) ao Presidente Nacional da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, na cidade de Ilhéus – BA. A expectativa é de que a Caixa Econômica Federal analise e libere os projetos no prazo de 60 dias. Com essa obra o prefeito espera virar o jogo e disputar a reeleição e ele acredita ter chance de vitória. Vamos torcer para Temóteo ter força política para liberar uma obra no valor de 200 milhões de reais, uma vez que o prefeito é aliado do Governador Rui Costa que está em rota de colisão com o presidente Jair Bolsonaro. Pelo que se sabe Bolsonaro usa a mesma máxima de ACM e que Temóteo adota: “Para os amigos tudo, para os inimigos os rigores da lei”. (Dura Lex Sed Lex).

 

A dança dos partidos

Os pré-candidatos a prefeito de Teixeira estão em busca de novos partidos para se sentirem mais confortáveis, tendo em vista o resultado das últimas eleições. O líder das pesquisas o empresário Caio Checon que saiu fortalecido das urnas com 13,5 mil votos para deputado federal, pertence ao Solidariedade, andou paquerando com partidos de maior estrutura como o PSD e o PP, entretanto decidiu permanecer no SDD. O prefeito Temóteo Brito por não se sentir confortável no PSD vai para o PP com o aval de Carletto. Jonathan Molar que foi eleito pelo SDD deve ir para algum partido da base do governo. Lucas Bocão deverá ir para o PSD. Marcelo Belitardo e Marta Helena deverão permanecer nos seus partidos: DEM e PSDB. Eujácio deverá sair do PT e a candidata do partido deve ser a vereadora Erlita Freitas. Agnaldo da Saúde deverá ir para o MDB.

 

Avaliação dos prefeitos

Dos 13 prefeitos do Extremo Sul, os mais bem avaliados são: Silvio Ramalho de Caravelas, Betão de Lagedão, Calixto de Ibirapuã, Uberlândia de Jucuruçu, Dinoel de Vereda. Os que estão com avaliação mediana são Maira de Prado, Leo Brito de Alcobaça, Marcelo Angenica de Itamaraju, Jadna de Medeiros Neto, Zulma de Itanhém. Os que estão com a avaliação mais baixa são os de Teixeira de Freitas, de Mucuri e o de Nova Viçosa. Existem 5 prefeitos que não podem concorrer porque já foram reeleitos: Manoelzinho, Maira Brito, Betão de Lagedão, Dinoel de Vereda e Uberlândia. Dos prefeitos que estão com a avaliação baixa o que pode recuperar devido as obras do PAC que poderão ser aprovadas é o prefeito Temóteo Brito, isso acontecendo, ele vai para a reeleição com chance de vitória.

 

Avaliação de Bolsonaro

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27) mostra os seguintes percentuais de avaliação sobre o governo do presidente Jair Bolsonaro: Ótimo/bom: 32%; Regular: 32%; Ruim/péssimo: 32%; Não sabe/não respondeu: 3%. A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com a entidade, o levantamento foi feito entre os dias 20 e 23 de junho e ouviu 2 mil pessoas em 126 municípios. Em abril, o Ibope divulgou uma pesquisa também encomendada pela CNI sobre a aprovação do presidente. Os números de abril foram: Òtimo/bom: 35%; Regular: 31%; Ruim/péssimo: 27%; Não sabe/não respondeu: 7%. Comparando os dois meses a avaliação positiva caiu 3% e a negativa subiu 5%. O que significa que o governo está em queda.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 17/07/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (143)

 

Plano de Governo

Teixeira é uma cidade que cresceu, mas não desenvolveu de forma sustentável. Isso aconteceu devido principalmente à falta de planejamento. A população de Teixeira certamente irá cobrar dos próximos candidatos a prefeito que seja apresentado um plano de governo para ser debatido e validado nas urnas pela maioria do eleitorado que votar no candidato eleito. Um plano não deve ser somente uma peça técnica para registrar no Cartório eleitoral e dar cumprimento a Lei e depois ficar adormecido na gaveta. O plano de Governo deve ser a maior preocupação do candidato para ser comparado com o plano dos demais candidatos. O plano deve ser impresso e encadernado para que seja distribuído para os formadores de opinião e deve ser um compromisso assumido para depois ser cobrado.

 

Plano Operacional

Paralelamente à elaboração do plano completo, deve ser elaborado um Plano Operacional de Campanha. Diferentemente do outro, este não tem a preocupação da abrangência. Seus redatores são os estrategistas e publicitários. O plano operacional concentra-se no “foco” da candidatura, e organiza as informações na perspectiva de como comunicá-las ao eleitor. Governar implica em administrar todas as áreas. Eleger-se está na dependência de sintonizar a mensagem da candidatura com as prioridades do eleitor. Os candidatos resistem a priorizar um tema e identificar sua campanha e com ele perder votos. Preferem adotar o modelo tradicional, apresentando suas propostas para todas as áreas de governo, isso resulta na poluição publicitária, e na dificuldade do eleitor para decidir o voto.

 

Candidaturas à vista

Na eleição de 2016 em Teixeira teve 4 candidatos com pontuação significativa: Temóteo Brito, João Bosco, Marta Helena e Caio Checon. Na próxima eleição, 2020, provavelmente esses 4 seriam candidatos novamente, e pode ser acrescentado mais três nomes, Marcelo Belitardo, Jonathan Molar e Lucas Bocão porque eles estão pontuando bem nas pesquisas. Ocorre que João Bosco está inelegível, mas deve ter algum candidato do PT. Marta Helena, depois de 4 derrotas, está aberta ao diálogo e poderá compor com algum dos candidatos que tiver maior chance de vitória. Desta forma, o quadro poderá ficar assim: Temóteo Brito, Candidato do PT, Caio Checon, Marcelo Belitardo, Jonathan Molar e Lucas que deverão compor. Com 5 candidatos quem tiver 25% ganha a eleição. As cartas estão postas na mesa, agora o jogo é jogado.

 

 Chance de Vitória

Quem tem chance real de Vitória? Essa é a pergunta que mais se ouve nos quatro cantos da cidade. Se efetivamente tiver 5 candidatos quem tiver 25% tem chance de ganhar a eleição. A segunda pergunta é: quem tem mais chance de chegar aos 25%? Teoricamente quem está com a máquina na mão tem mais chance. Entretanto as análises devem ser feitas à luz dos números, analisando as tendências e saber com precisão o sentimento do povo. A parte mais difícil da política é entender o momento. ACM um político consagrado pelo número de vitórias que teve na sua carreira política dizia: “A política é arte do possível, e o possível se examina na hora”. O saudoso Magalhães Pinto, já ensinava lá atrás que “política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Você olha de novo e ela já mudou”. Só o tempo vai dizer, quem é quem!

 

Império começa a ruir

A Rede Sul Bahia de comunicações que foi o maior império das comunicações montado no Extremo Sul da Bahia, pertencente a Família Pinto começou a perder força quando foi vendido o Canal de TV e depois foi vendido a Radio Difusora AM, que hoje é a Rádio Eldorado FM, que conseguiu quebrar a hegemonia da Rádio Caraipe FM. Não bastasse isso, duas rádios pertencente a Rede Sul Bahia foram condenadas pela Justiça Eleitoral a pagarem multas pesadas de acordo com o processo movido pela coligação “A Teixeira que Queremos”. Nesse processo o Juiz intimou os representantes das Rádios Caraípe e Rádio Cidade a pagar no prazo de 30 dias, a multa arbitrada no valor de 60 (sessenta mil) UFIR para cada uma das rádios. O que implica um valor total de R$ 380 mil reais.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 13/07/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (142)

 

Audiência das Rádios

Em Teixeira de Freitas, a Rede Sul Bahia sempre foi líder de audiência e exerceu forte influência na política Teixeirense e em toda região. A Rede Sul Bahia foi fundada pelo atual prefeito Temóteo Brito. Em 1989 Temóteo vendeu a Rede Sul Bahia para a família Pinto que tinha vencido as eleições em Teixeira de Freitas, Medeiros Neto e Porto Seguro. Mesmo sem dispor das rádios, Temóteo venceu a eleição de deputado em 1990 e voltou a ser prefeito em 1992 e em 1996 elegeu o sucessor Dr. Wagner Mendonça. Daí em diante Temóteo sofreu 4 derrotas consecutivas para prefeito e só conseguiu retornar a prefeitura com o apoio de Uldurico Pinto em 2016. Com a venda da Rádio Difusora AM para a família Guimarães, que transformou na Rádio Eldorado FM, hoje é líder de audiência e o monopólio da Rede Sul Bahia foi quebrado.

 

Partidos & Candidatos

Os partidos políticos já não exercem tanta influência nos eleitores como acontecia depois da abertura democrática, com o PMDB, PSDB e o PT com maior força ainda, quando elegeu Lula  presidente do Brasil e conseguiu eleger Dilma Rousset, um verdadeiro POSTE. Em Teixeira de Freitas João Bosco conseguiu ser eleito pelo PT, mas não se reelegeu devido ao desgaste do partido a nível nacional. O prefeito Temóteo Brito um carlista ortodoxo foi eleito deputado em 2010 pelo PMDB com apoio de Geddel Vieira Lima, já em 2016 foi eleito prefeito pelo PSD de Otto Alencar, que Temóteo ajudou fundar. Entretanto devido ao mais novo desafeto, o deputado Paulo Magalhães, Temóteo está desconfortável dentro do partido, por isso está em busca de um novo partido para se filiar, e está de olho no PP de Carletto e Robinho.

 

Os novos pré-candidatos

Dos atuais pré-candidatos a prefeito, que estão cotados para disputar e eleição, todos estão buscando um partido que possa dar suporte. Caio Checon que é do Solidariedade está em busca de uma nova opção, e segundo ele informou, já foi convidado por 6 partidos.  Marcelo Belitardo está filiado ao DEM e deverá ser o candidato oficial do partido em Teixeira. O Vereador Jonathan Molar, que foi eleito pelo Solidariedade, mas devido a seu crescimento surpreendente está sendo cobiçado por 4 partidos da base governista, inclusive recebeu convite do deputado Robinho (PP), que tem o controle do partido em Teixeira devido ser o deputado mais votado do partido na cidade. O vice-prefeito Lucas Bocão eleito pelo PV, também deverá ir para o PP. Marta Helena (PSDB) está trabalhando para ser candidata, mas tem se mostrado aberta ao diálogo. Agnaldo da Saúde (PR) e Eujácio Dantas (PT), só terão musculatura para disputar a eleição se Temóteo e João Bosco não saírem candidatos.

 

João Bosco é inelegível

O ex-prefeito João Bosco se diz candidato a prefeito, mesmo os aliados históricos de João Bosco não acreditam que ele consiga sequer registar sua candidatura, porque ele já tem 2 contas rejeitadas pelo TCM e pela Câmara Vereadores e a terceira conta já foi rejeitada pelo TCM e deverá ser rejeitada pela Câmara ainda durante esse ano de 2019. Na Bahia o ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho (PCdoB) chegou a ser eleito no ano passado para deputado federal, mas não teve a candidatura deferida pela justiça eleitoral após ser enquadrado pela Lei da Ficha Limpa – Isaac foi condenado em segunda instância pelo Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA). Outro que também teve o mesmo destino foi o ex-prefeito de Camaçari Luis Caetano. Ambos correligionários de Rui Costa.

 

O destino de Uldurico

O ex-deputado Uldurico Pinto tem sido um protagonista importante no processo político de Teixeira, desde a emancipação da cidade em 1985, quando seu irmão Francistônio Pinto disputou a primeira eleição de Teixeira e perdeu para Temóteo Brito. No ano seguinte em 1986 Uldurico foi eleito deputado federal de forma surpreendente e em seguida, em 1988 conseguiu influenciar na eleição de 4 irmãos a prefeito das cidades de Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Medeiros Neto e Serra dos Aimorés. Em seguida em 1990 ele foi reeleito deputado federal e ajudou eleger seu sobrinho Ubaldino Junior deputado estadual. Uldurico já tentou 2 vezes ser prefeito de Teixeira mas teve suas pretensões frustradas. Mais uma vez Uldurico está se posicionando como candidato a prefeito e aposta no apoio de João Bosco, uma vez que Bosco é inelegível. Uma aliança difícil de ser concretizada !

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 05/07/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (141)

 

A conquista do poder

As pessoas sempre buscam poder, glória e riqueza. Todas seguem os mesmos objetivos, mas fazem isso agindo de modo diferente. Algumas agem com precaução, outras com impetuosidade; umas optam pela violência, outras pela astúcia; umas escolhem a paciência, outras a agitação; e assim por diante. E cada uma pode, a partir destes diversos modos, alcançar seus objetivos. Nota-se, entre dois indivíduos cautelosos que almejam o mesmo objetivo, que, apesar de terem o mesmo comportamento, um pode alcançá-lo, e o outro, não. Do mesmo modo, uma pessoa cautelosa e a outra impulsiva podem obter os mesmos resultados, apesar de terem comportamentos diferentes. Depois de conquistar o poder o mais difícil é manter, porque depende de adaptar às circunstâncias.

 

A realidade das Pesquisas

Com o aquecimento do debate eleitoral, as pesquisas são os balizadores para os que pretendem entrar nas disputas eleitorais. Entretanto a pesquisa é uma radiografia do momento, que pode mudar a qualquer instante, a depender da atuação dos atores e de fatos novos que possam ocorrer. O mais importante é o candidato está sintonizado com o que o povo espera, deseja e prioriza. No inicio os números servem apenas para saber o ponto de partida, existem vários exemplos de quem está na frente nas pesquisas terminar perdendo a eleição. E quem tem baixa pontuação poderá ganhar a eleição. O maior exemplo disso aconteceu na última eleição do Rio de Janeiro, o atual governador Wilson Witzel, um ex-juiz federal iniciou a campanha com 2% e terminou ganhando a eleição.

 

Avaliação dos prefeitos

Para os prefeitos que podem ser reeleitos é importante está com o governo bem avaliado para ter condições de pleitear a reeleição. Dos 13 municípios que compõe a região do Extremo Sul, apenas 4 prefeitos não podem ser candidatos porque foram reeleitos. Resta saber dos outros 9 quais terão condições de concorrer devido ao indicie de aprovação do governo. No munícipio de Mucuri, o que tem maior renda per capta, portanto um município rico, recentemente foi feita uma pesquisa e divulgada na imprensa, o atual prefeito Dr. Carlos Simões está com alto índice de reprovação. Apenas 8% aprovam a administração, enquanto 86% reprovam e 6% não quiseram responder. É um quadro de difícil reversão, porque os motivos maiores da rejeição do prefeito são causas comportamentais.

 

Cenário político de Teixeira

Tudo indica que em Teixeira terá de 4 a 5 candidatos competitivos. O prefeito Temóteo Brito tem dado sinais de que irá para a reeleição, o ex-prefeito joão Bosco diz que será candidato, mesmo sob judicie e deverá ter o apoio dos Pinto, Dr. Marcelo Belitardo já se lançou candidato oficial do DEM. Os outros nomes que estão pleiteando ser candidatos podem se unir em torno de uma candidatura única e terá chance de ganhar a eleição. Se não unirem e tiver mais duas candidaturas correm o risco de perder a eleição para qualquer um dos outros 3 candidatos, principalmente para Temóteo que tem o peso da máquina a seu favor. Resta saber se o grupo unir qual será o candidato que deve ser escolhido: Caio Checon, Jonathan Molar, Lucas Bocão, Marta Helena e Eujácio Dantas. Uma costura difícil.

 

Geddel preso há 2 anos

Preso desde o dia 8 de setembro de 2017, Geddel Vieira Lima está a pouco mais de 60 dias de completar dois anos no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. O período de 663 dias atrás das grades faz do ex-ministro baiano o preso da Lava Jato com maior tempo de prisão preventiva entre todos os outros políticos alvos da operação. Isto porque Geddel, diferente dos demais políticos que ficaram presos por mais de um ano na Lava Jato, sequer foi condenado, o que deve acontecer no segundo semestre deste ano. Outro baiano alvo da operação, o ex-deputado Luiz Argôlo foi preso em novembro de 2015 e condenado, sete meses depois, a 11 anos de prisão, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. A prisão de Geddel levou o irmão Lucio Vieira Lima sofrer uma derrota nas urnas.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 28/06/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (140)

 

Projeto cidade limpa

Na última semana foi lançada na mídia a campanha para manter a cidade limpa não jogando lixo nas ruas. A campanha é uma iniciativa da Diocese de Teixeira de Freitas/Caravelas, patrocinada pela Câmara de vereadores e pela Prefeitura de Teixeira de Freitas. Foram colocadas lixeiras ao longo da Av. Getúlio Vargas e no centro da Cidade. A população vem cobrando também a implantação da Zona Azul no centro de Teixeira de Freitas. Hoje é impossível estacionar no centro da cidade, isso provoca prejuízo aos comerciantes, os possíveis clientes não conseguem estacionar porque os carros dos que trabalham no comércio tomam as vaga. O ideal seria incentivar estacionamentos privados a exemplo dos que já existem, um próximo a Câmara de Vereadores e outro na rua da Caixa Econômica.

 

Inauguração da UBS

Mais uma Unidade Básica de Saúde foi entregue no Bairro Liberdade pelo prefeito Temóteo Brito. Na oportunidade o prefeito enfatizou que a Saúde é prioridade no seu governo, juntamente com a infraestrutura. Ele reafirmou que vai transformar a Saúde de Teixeira em uma referencia na Bahia, para isso ele conta inclusive com a construção do Hospital de Base que o governador Rui Costa prometeu e deve começar em breve, e também outros equipamentos que já estão em construção. Com referencia a infraestrutura, o prefeito anunciou o inicio do asfalto em mais 40 ruas que deve começar logo. O prefeito prometeu também que ate o final do seu mandato pretende asfaltar 300 ruas com os recursos do PAC, ele acredita que irá conseguir liberar. Se conseguir, irá transformar Teixeira.

 

O efeito das pesquisas

A pesquisa para ser utilizada, necessita ser bem entendida. Sem conhecer o instrumento, não se pode utilizá-lo com proveito. Por outro lado, a pesquisa possui aspectos técnicos que a tornam incompreensível para quem não a estudou de forma adequada. O político de modo geral, pouco entende além da convencional pesquisa da intenção de voto. Entretanto a pesquisa que deve interessar é bem mais sofisticada do que a mera aferição da intenção de voto. Existe outras questões como tamanho da amostra, margem de erro, elaboração de questionário, ou qual o tipo de pesquisa utilizar para as diferentes fases da campanha, e quando fazer as pesquisas. Ou seja, a pesquisa é a bussola que deve nortear uma campanha, ou até mesmo uma administração para traçar o norte do governo.

 

O processo eleitoral

Depois que acabou a expectativa de prorrogação dos mandatos, e agora que inicia o sexto semestre das administrações municipais, e com a influência das redes sociais, é constatado que o debate político será mais aquecido a partir do mês de julho. Em Teixeira de Freitas 75% da população acompanha os acontecimentos da política e da administração, conforme mostra a pesquisa do mês de maio. De agora em diante certamente o interesse da população vai aumentar a cada dia. É preciso estudar com cuidado a tendência das várias pré-candidaturas. Existem três lideranças tradicionais que vão continuar ter forte influência na política Teixeirense, Temóteo Brito, Uldurico Pinto e João Bosco, entretanto a força da mudança nesta eleição está vindo de forma muito forte e poderá haver renovação.

 

O preço da verdade

Na campanha eleitoral Bolsonaro usou de forma intensa o trecho bíblico: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” João 8:32. Entretanto o pastor negro americano Martin Luther King deixou uma frase que retrata o preço da verdade: “Para criar inimigo, não é necessário declarar guerra, basta dizer o que pensa”. E se for verdade é pior ainda. Todos aqueles que lidam com a imprensa é preciso ter cuidado ao expressar as verdades, muitos jornalistas em todo mundo, tem pagado com a vida ao falar a verdade, principalmente nos regimes ditatoriais. O próprio Jesus Cristo saiu pelo mundo pregando a verdade e o preço que ele pagou foi a própria vida. O império romano que dominou o mundo não permitia que ninguém fosse de encontro aos imperadores, todos eram eliminados sumariamente.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 20/06/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (139)

 

Prorrogação dos mandatos

A (CCJC) da Câmara dos Deputados rejeitou em reunião extraordinária nesta terça-feira, 18 de junho, a inclusão do requerimento da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 376/2009 na agenda de votações da Comissão. A unificação das eleições de cargos eletivos federais, estaduais e municipais ganhou destaque nos debates do movimento municipalista. Entre os argumentos está a economia aos cofres públicos, na casa de R$ 16 bilhões. Como novas regras eleitorais precisam ser promulgadas com um ano de antecedência, ou seja, até setembro, há interesse de garantir celeridade na tramitação. Para que fosse incluída na ordem dos trabalhos, eram necessários 34 votos, maioria absoluta dos membros da Comissão. A votação ocorreu com 29 votos favoráveis, 19 contrários e uma abstenção.

 

Câmara aprova LDO

A Lei de Diretrizes Orçamentária enviada pelo Poder Executivo à Câmara Municipal desde abril e que os vereadores votaram e aprovaram nesta quarta-feira (19), o prefeito Temóteo Brito já obedeceu pelo segundo ano consecutivo a publicação da Lei Municipal que ele próprio sancionou a pedido do Poder Legislativo e inseriu no orçamento a nova receita para vigorar em 2020. A emenda também precisará entrar novamente na LOA, para que o vereador já terá pelo segundo ano, o direito a indicar as suas emendas parlamentares para obras públicas para sua comunidade com toda autonomia de indicar e ter a garantia da sua execução no ano seguinte.  A Lei aprovada nesta quarta-feira é uma das três leis em sentido formal (lei ordinária) que compõem o sistema orçamentário municipal.

 

As criticas da imprensa

O prefeito Temóteo Brito em todos os seus pronunciamentos, até mesmo em praça pública, afirma de forma enfática de que na democracia a imprensa deve ser livre para criticar, cobrar e até denunciar. Com isso o prefeito estimula a imprensa fazer criticas construtivas para ajudar a gestão. Um governo realmente democrático recebe a critica e usa como farol para corrigir rumos. A voz das ruas diz que a administração precisa melhorar o seu desempenho em diversos setores, principalmente na saúde, na qualidade da gestão, na infraestrutura, no nível de emprego, no combate a violência, e com a greve dos professores ficaram expostas as fragilidades da educação que devem ser corrigidas.

 

João Bosco inelegível

O ex-prefeito João Bosco Bitencourt (PT) teve mais uma conta rejeitada pela Câmara de Vereadores, a do exercício de 2016, foram 16 votos favoráveis, um contra, um se absteve de votar e outro vereador não participou da secção. Esta foi mais uma conta rejeitada do ex-prefeito João Bosco e se tornou inelegível por 8 anos. João Bosco pode ser candidato com liminar e poderá até governar durante todo o mandato de 4 anos, como é o caso de Fernando Gomes em Itabuna. Entretanto os próprios correligionários de João Bosco afirmam que ele não terá apoio do governo para ser candidato e deverá apoiar um nome que tenha ligação com o PT. Entre os nomes cogitados estão o ex-secretário de saúde Eujácio Dantas, a vereadora Erlita Freitas e o ex-secretário de Infraestura Henrique da Ceplac.

 

A costa das baleias

Das 5 cidades praianas da costa das baleias, o prefeito mais bem avaliado é Silvio Ramalho de Caravelas, que tem hoje um alto índice de aprovação e vem crescendo a cada dia. Os dois prefeitos pior avaliados são os de Nova viçosa e o de Mucuri. Os outros dois prefeitos, o de Alcobaça e do Prado também estão caindo. Desses 5 prefeitos, o único que hoje tem uma reeleição tranquila é Silvio Ramalho. Os prefeitos de Mucuri e Nova Viçosa dificilmente se reelegem ou faz o sucessor. No caso do Prado e de Alcobaça se a oposição não se unir, correm o risco de perderem a eleição. Resta saber se Wilsinho quer fazer o sucessor da sua filha Maira Brito. No caso de Alcobaça, o prefeito Leo Brito poderá ser reeleito se a oposição se dividir, ou se Zico, o principal adversário compor com ele.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP




Publicado em 14/06/2019 ás 13:55h

CURTAS E PICANTES (138)

 

A volta as aulas

Depois de 17 dias de paralisação os professores retornam a sala de aula sob o efeito de uma liminar emitida pela Desembargadora Rosita Falcão que no seu parecer considerou a greve ilegal. A APLB – Sindicato recorreu da decisão judicial, porém dificilmente consegue reverter o quadro. Os professores voltaram com a sensação de que foram à luta e combateram o bom combate, mesmo tendo perdido a batalha. O prefeito Temóteo Brito em coletiva a imprensa comemorou a vitória, e depois que os professores voltaram às aulas já convocou uma reunião com a APLB para a próxima segunda feira 17/06. É possível que nesta reunião o prefeito possa atender alguns pontos da pauta de reinvindicação dos professores. Por outro lado a APLB se queixa de que o prefeito foi blindado pelo comitê gestor.

 

Definição do cenário político

O cenário político de Teixeira começou a ser desenhado com a candidatura do médico Marcelo Belitardo como pré-candidato oficial do DEM com o apoio de ACM Neto. Entretanto outros pré-candidatos dos partidos aliados de ACM Neto fazem parte da base, como Caio Checon e Jonatahan Molar ambos do Solidariedade e Marta Helena do PSDB. Porém tudo indica que tanto Caio como Molar podem ir para partidos da base do governo de Rui Costa, aonde já tem também outros pré-candidatos, como Lucas Bocão, o prefeito Temóteo Brito e o ex-prefeito João Bosco. Outros nomes podem entrar no jogo, o ex-deputado Uldurico Pinto, Agnaldo da Saúde, Eujácio Dantas, Anderson Pinto, Wilsinho Brito, Dr. Roney Moreira. Como João Bosco pode não ser candidato, se Eujácio pegar o legado dele é um forte candidato.

 

Possíveis candidatos

É bem provável que haja 5 candidaturas, Marcelo Belitardo que pode compor com Marta Helena, Caio Checon que cogita ser apoiado pelo deputado Paulo Magalhães, Eujácio Dantas com apoio de João Bosco, Temóteo Brito que com o peso da máquina, sua capacidade de articulação e com 5 candidatos poderá ser reeleito, Uldurico Pinto que poderá ser candidato ou lançar Anderson Pinto, que é um nome novo com vocação política e tem um grande legado da família e do seu Pai Francistonio Pinto, que foi o segundo prefeito de Teixeira de Freitas e deputado federal representando a região. Além desses nomes, tem o vice-prefeito Lucas Bocão, e surge o vereador Jonathan Molar, que mesmo não se declarando candidato, vem ganhando musculatura porque tem se destacado na câmara como o principal opositor do prefeito Temóteo Brito.

 

Reforma administrativa

Na coletiva com a imprensa o líder do governo Agnaldo Teixeira aventou a possibilidade da Câmara apresentar um projeto para uma reforma administrativa, porém a reação do prefeito não foi muito amistosa. Entretanto o próprio prefeito afirmou que o secretário que de agora em diante não fizer política não continuará no governo. Além disso, o prefeito vem dando sinais de que não está nada satisfeito com alguns assessores diretos, pois vem recebendo muitas criticas da população, sobretudo dos que estão em contato direto com o povo, estão deixando a desejar. Como o prefeito pretende de agora em diante fazer política visando a reeleição, tem que de fato melhorar a qualidade do atendimento, para tentar reverter o quadro do índice de reprovação do governo que está alto.

 

Fatores de rejeição

A rejeição de um governo se deve a inúmeros fatores, mas cada caso é um caso. Vai depender principalmente dos anseios e desejos de cada cidade que não são atendidos. O maior erro de um governante são as promessas não cumpridas, porque o eleitor vota baseado nas propostas e quando não são cumpridas, o eleitor se sente enganado. Por isso que na campanha eleitoral é importante ter uma proposta clara para ser validada nas urnas. No caso de Teixeira de Freitas na última eleição, foi formada uma aliança de forças para derrotar o PT, que foi uma onda que varreu o Brasil de norte a sul e só teve uma capital Brasileira que o PT ganhou que foi Rondônia. Em Teixeira já que não houve uma proposta aprovada, seria importante saber com precisão o que o povo espera, deseja e prioriza para direcionar o governo.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP