editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Desenvolvimento

Publicado em 28 de novembro de 2017 às 20:42h

Em meio a crise, Plano de Asfaltamento de Temóteo Brito é classificado como arrojado

por Foco no Poder

Basta acompanhar os noticiários em nível regional e nacional para constatar que os cortes de verba implementados pelo Governo Temer gerou crise generalizada.  Os municípios brasileiros vêm atravessando uma grave crise econômica, política e moral. Os políticos, de modo geral, estão desmoralizados. O que o povo mais quer hoje é o respeito ao dinheiro público, acima de qualquer outra prioridade.  E é em meio a esta turbulência que o prefeito Temóteo Brito foi eleito para seu 3º mandato. Insatisfeito em apenas administrar perdas, o gestor optou pela proatividade, enxugando a máquina para promover, pelo menos, parte dos avanços que havia sonhado para cidade. Um deles é o asfaltamento das principais estradas e rotas alternativas visando desafogar o trânsito e promover mobilidade.  Temóteo é classificado, entre os pioneiros, como aquele que implantou os pilares de desenvolvimento da cidade, mesmo antes de ter sido prefeito pela primeira vez em 1985, quando fomentou o desenvolvimento da região, através do agro negócio, que hoje é a sua principal fonte de riquezas, e para a cidade representa 52% do seu Produto Interno Bruto (PIB).

Trecho da av. São Paulo em frente a rótula que dá acesso ao bairro Bonadiman

Ao ser eleito em 2016, um dos seus principais compromissos é  dar prioridade a infraestrutura, uma vez que a cidade só tem 19% das ruas pavimentadas, prometeu que no final do seu mandato vai deixar 60% da cidade asfaltada. Esse é um plano arrojado, uma vez que os recursos estão ficando a cada ano mais escassos. Na recente marcha dos prefeitos à Brasília, a maior queixa dos prefeitos foi que a arrecadação dos municípios caiu pela metade do ano de 2016 para 2017. Diante desse quadro, eis um grande desafio para o prefeito:  conseguir recursos para honrar o compromisso assumido.

Parte da av. São Paulo com a vista da obra do Atacadão em frente ao Shopping Pátio Mix

Com o asfaltamento da av. São Paulo, que além de beneficiar os empreendimentos do Shopping Patio Mix, que já melhorou o movimento depois que a avenida foi inaugurada, e também com o estacionamento gratuito, uma medida que foi uma conquista do prefeito, a obra vai beneficiar o empreendimento do Atacadão, cuja inauguração está prevista para o dia 20 de dezembro, nas vésperas do Natal e do Ano-Novo. Além disso a avenida passou ser a principal alternativa para o acesso ao centro da cidade, desafogando o trânsito da av. Paulo Souto que passa em frente a Rodoviária Nova.

Parte da av. São Paulo que passou a ser a principal via de acesso ao centro da cidade

Segundo o prefeito, esse ano, mesmo com toda crise, pretende entregar até o final de dezembro 100 mil metros quadrados de ruas asfaltada, nos seguintes locais: av. São Paulo, nos bairros Vila Caraípe setor sul e Vila Verde. Também estão sendo asfaltado o bairro Bela Vista, na sua totalidade, e parte dos bairros Monte Castelo e Teixeirinha. Observa-se que estão sendo asfaltados tanto avenidas que mudam o visual da cidade, como bairros de classe média, populares e também classe alta.

Rua lateral da Av. Getúlio Vargas em frente a Fórum novo

Um dos locais de maior reclamação dos que trafegam na av. Presidente Getúlio Vargas é a rua lateral que fica em frente ao Fórum da cidade, devido ao intenso tráfego no local e precisava fazer um serviço de qualidade, como remover a base antiga e colocar um material de maior resistência, o que já foi concluído essa semana.

Ruas do Bairro Bela Vista que será totalmente asfaltado

Com as intensas chuvas que caíram na região, um dos anos mais chuvosos dos últimos tempos, não só os serviços de asfaltamentos foram prejudicados, mas também as ruas ficam completamente intransitáveis, o que tem causado grande reclamação da população. O serviço de patrolamento tem sido intenso para atender à demanda da cidade que tem crescido de forma acelerada e o poder público não tem conseguido acompanhar o seu crescimento, mesmo porque as demandas nos diversos setores são intensas. Principalmente na infraestrutura, saúde, educação, geração de empregos e no social, devido ao número de pessoas carentes, que constituem a maioria da população. Sendo que a falta destes serviços reduz a qualidade de vida e provoca o aumento da violência.

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.