editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Educação

Publicado em 11 de dezembro de 2017 às 22:32h

Estudantes medalhistas da OBMEP recebem homenagem na Câmara de Teixeira

por Carla Félix
Na noite da última sexta-feira (8) foi realizada, na Câmara de Vereadores de Teixeira de Freitas, uma cerimônia em homenagem aos alunos destaques da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) de 2016 e 2017.

Foto Wesley Morau/OSollo

A Olimpíada, realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia e Inovação, objetiva estimular o estudo da disciplina e revelar talentos nas áreas de ciências e tecnologia e, em 2017, premiou mais de 6.000 alunos da rede pública com medalhas; estudantes da rede particular também participam e são premiados. Há, ainda, a entrega dos Certificados de Menção Honrosa para 5.700 que ficaram dentre os primeiros colocados de cada nível.

Kevin Souza Santos, da Escola Municipal São Lourenço, medalhista de bronze OBMEP 2017, Sara Sandres de Souza Ferreira, aluna da Escola Municipal Bela Vista, medalha de prata da OBMEP 2016, Kauan de Souza Bonatto, Escola Municipal Bela Vista, bronze na OBMEP 2017 e ouro na 2016 receberam das mãos de Hermon Freitas, secretário de Educação, e professor Solon Gomes de Souza, representante regional da OBMEP, as medalhas. Além deles, outros alunos teixeirenses foram destaque nas duas últimas olimpíadas e receberão menção honrosa.

Dentre os 18 milhões de alunos que participaram este ano, muitos foram de Teixeira de Freitas. No ano passado, o município teve um medalhista de ouro, um de prata e monção honrosa conferida a 11 estudantes.

Participaram da cerimônia diretores de escolas municipais, professores de matemática, Adriana Serapião, presidente do Conselho Municipal de Educação, Brasília Marques, representante da APLB/Sindicato, a diretora pedagógica do município, Maria José Coutinho, e o professor Vander Policário, da Uneb/campus X, que representa a história da matemática.

Professor Solon Gomes de Souza, em seu discurso, comentou sobre os benefícios conferidos aos medalhistas e bolsistas OBMEP, e contou da parceria com a Tim, que, “esse ano, está dando quase mil bolsas pra alunos que estão fazendo graduação fora da sua cidade. Entrando no site da OBMEP, você pode ficar a par de tudo”.

Mestre em matemática, professor Solon, discorreu sobre a disciplina que considera ser filosófica, posto que, “no curso de matemática não fazemos contas, a gente cria conceitos e caminha com ele”, também, alertou para a importância das ciências matemáticas na tecnologia: “sem ela, nenhuma tecnologia é viável”.

Ao medalhista de ouro e aos demais, aconselhou: “seja um cidadão de bem, honrado, que valoriza Deus, o próximo, acima de tudo. Conhecimento é valorização do próximo”. Diretamente ao Kauan, disse: “seja sempre o número um da sua sala, em tudo que fizer, desconheço um ‘CDF’ que não teve sucesso na vida”.

Hermon Freitas, secretário de Educação, dentre outras coisas, falou da importância da família para o estímulo necessário a estes estudantes, a fim de que usem seu potencial para o bem comum.

Fonte: Carla Félix/OSollo

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.