editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Agricultura Familiar

Publicado em 20 de julho de 2018 às 21:25h

Semana da Agricultura Familiar pode entrar para o calendário do Território de Identidade do Extremo Sul

por Foco no Poder

Com o objetivo de incentivar e divulgar a agricultura do Município, chamar a atenção para a importância da valorização do homem do campo enquanto produtor responsável pela maior parte dos alimentos que a cidade consome, começa domingo, 22 de julho, a Semana da Agricultura Familiar de Teixeira de Freitas. O evento é uma promoção da Secretaria de Agricultura, gerida por Dori Neves, e vai até sexta-feira, 27 de julho, quando uma feira de produtos naturais acontecerá, de 8h às 15h, na praça da Bíblia (área em que ficam as barracas de alimentação). Durante toda a semana a programação conta com homenagem aos produtores, debates, discussões e levantamento de propostas para efetivação das Políticas Públicas no município.

A realização da Semana, cujo tema será Desenvolvimento em tempos de Crise,  tem o apoio do Território de Identidade do Extremo Sul, na pessoa do seu coordenador Charles Castro, quem explica, em entrevista ao Blog Foco no Poder a atual relação de parceria firmada com a  Secretaria de Agricultura de Teixeira, bem como o atual modelo de gestão do Estado, em que as ações, em diferentes áreas, são discutidas em coletivo, por meio dos Territórios, os quais elaboram os planos de ações que culminam em projetos de políticas públicas que fomentam o desenvolvimento dos municípios participantes.

Charles Castro conta que as barracas que serão usadas na feira de sexta foram adquiridas “por meio do projeto que nem imaginávamos que ia sair, mas, quando se tem firmeza na parceria, as coisas acontecem e as barracas já estarão na feira de agricultura  familiar”. Charles se refere ao empenho da Secretaria de Agricultura de Teixeira, que conseguiu reavivar o projeto e torná-lo realidade, e, hoje, são 193 barracas padronizadas disponíveis para os 13 municípios do Território.

Castro afirma que “a proposta é sempre realizar feiras deste tipo nos 13 municípios do consórcio, isso será levado ao colegiado a fim de formalizar” e discutir como desenvolver a ideia, que é pertinente, já que até mesmo a quantidade de barracas foi pensada para atender simultaneamente mais de uma cidade se preciso fosse.

Mais uma vez o trabalho da pasta da Agricultura é reconhecido: “A parceria fundamental é a Secretaria de Agricultura de Teixeira de Freitas, se ela não abraçasse a causa, nada seria realidade hoje”.

Essa fala dele se explica, pois o secretário Dori conta que: “assim que nós assumimos a secretaria pensamos em fortalecer a agricultura  familiar. Tive contato com o coordenador do Território, Charles Castro, e ele nos informou desse projeto, adormecido, mas, em fase adiantada. Projeto do território para barracas no que a prefeitura de Teixeira era a maior parceira, mas, não houve tempo hábil de ela fazer a contrapartida e aí esse recurso voltou pra Brasília, mas, já havia sido feita até licitação. Felizmente, era uma empresa do município, Genial Tendas, procuramos eles, com o apoio do prefeito Temóteo Brito procuramos fazer gestão política em Brasília, para que esse recurso voltasse pra gente executá-lo e , graças a Deus , deu certo, porque deu tempo confeccionar 193 barracas, que são muito importantes para essas feiras de agricultura familiar, porque é uma feira diferente das outras, eles não são feirantes, são produtores que vêm a cidade vender seus produtos direto pro consumidor final”.

Dori está empolgado com feira e convida toda a população pra ir à praça da Bíblia prestigiar o homem do campo bem como suas associações. Em Teixeira são 22 comunidades de agricultura  familiar e “a ideia é ir fortalecendo as associações, pois, na feira estarão representantes das comunidades, eles não vêm individualmente, vêm por uma comunidade, isso é parceria, tem tudo pra dar certo”.

Serão 80 barracas distribuídas entre as comunidades, algumas terão mais de uma para expor seus produtos na sexta, e, segundo Dori, o objetivo é tornar o evento semanal, tudo dependerá do público que visitará esta edição.

Dori explica que a feira da agricultura familiar pode ser em Teixeira, com outros municípios do Território envolvidos no projeto, embora a que ocorrerá em breve seja apenas com produtores do município. O secretário explica que Teixeira é a fiel depositária das barracas.

Importante destacar que o alimento a ser adquirido nesta feira não foi produzido em larga escala, por isso, é muito mais natural que os que chegam em carretas, por exemplo. “Não posso dizer que será feira 100 % orgânica, embora a agricultura familiar caminhe nessa direção, alguns já são, outros, na fase de transição, mas, preferimos dizer que é feira de  produtos naturais, com pouco ou nenhum defensivo agrícola”, pontua o secretário, que convida o consumidor a ir e “valorizar sua saúde e a agricultor familiar, quem planta 70 % do que se consome na cidade”.

 

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.