editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Economia

Publicado em 21 de julho de 2018 às 10:02h

Leilão arrecada mais de R$ 990 mil com venda de bens públicos

por Foco no Poder

O Estado da Bahia arrecadou R$ 990,3 mil com venda de bens móveis, nesta sexta-feira (20), durante o Leilão 02/2018, realizado no Real Classic Hotel, no bairro da Pituba, em Salvador. Foi alcançado um ágio de 49% com a venda de bens que não estavam sendo utilizados pelo Estado.

A leiloeira Tábata Mineiro Bezerra, escolhida por sorteio para comandar o leilão, abriu a sessão pública às 9h30. Foram leiloados 88 veículos, móveis, máquinas, material de informática, peças, sucatas, além de outros itens. O leilão foi dividido em dez partes, sendo que duas delas estavam à disposição para visitação dos interessados em Salvador, enquanto as outras oito ficaram em cinco municípios do interior (Itabuna, Ilhéus, Barreiras, Itaberaba, Feira de Santana).

Entre os 88 veículos que foram levados a leilão, 16 estavam disponíveis para visita na sede do Ministério Público do Estado (MPBA), no Centro Administrativo da Bahia (CAB). São automóveis que pertenciam ao MPBA, incluindo três Focus, sete Fiestas, cinco Volkswagens do modelo Gol e uma caminhonete Ranger.

O leilão foi na modalidade maior lance, ou seja, o participante que apresenta maior oferta arremata o lote. Composto por equipamentos elétricos como transformadores de corrente e outros, o Lote 1 do leilão foi o item com maior lance, sendo arrematado por R$ 68.900. No ato de arrematação, os vencedores efetuaram o pagamento de 20% do valor dos bens, enquanto os 80% restantes serão quitados no prazo máximo de dois dias úteis. Os licitantes vencedores também pagaram ao leiloeiro a comissão de 5% (cinco por cento) sobre o valor da arrematação.

Antes da abertura da sessão pública do leilão, os interessados apresentaram cópias dos documentos de identidade, CPF e comprovante de residência, ou cartão do CNPJ. Os documentos podem ser apresentados em original, cópia autenticada ou cópia simples acompanhada do original. O cadastro é feito de forma antecipada, durante a visitação ou antes da realização do leilão.
 
Fonte: Ascom/Saeb
Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.