editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Mutirão de castração

Publicado em 12 de dezembro de 2017 às 22:53h

Mutirão de castração da ONG Nossa Arca e empresário Rafa Moreira acontece na UFSB

por Foco no Poder

Cadelinha Sereia foi a primeira a ser castrada, no sábado, dia 9. Fotos divulgação ONG Nossa Arca

No último final de semana, dias 9 e 10 de dezembro, a ONG Nossa Arca, em parceria com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), campus Paulo Freire, e o apoio financeiro do empresário Rafael Moreira, promoveu o mutirão de castração, onde 50 cadelas e 50 cães foram castrados. Uma equipe, composta por quatro (4) veterinários e um auxiliar, coordenada por Waldemar Oliveira – diretor do Centro de Controle de Zoonoses de Itabuna, foi responsável pelas cirurgias.

Empresário, Cristhiane Ferreguett, presidente da ONG, e voluntários da Nossa Arca

Rafael Moreira, proprietário da Clínica de Medicina Hiperbárica e atua com coleta, tratamento e destinação final de resíduos de saúde e perigosos, conta que reconhece a necessidade do município em ter o controle populacional dos animais, “visto que o município não possui Centro de Zoonoses”, e completa: “como se trata de saúde pública, abracei a causa em conjunto com a ONG Nossa Arca”.

Alunos e as professoras da UFSB com a presidente da ONG Nossa Arca

Por coadunar ao pensamento da ONG e do empresário, a Universidade Federal do Sul da Bahia se prontificou e foi crucial para a realização do mutirão. Conforme a veterinária e professora da UFSB, doutora em ciência animal, Márcia Nunes Bandeira Roner, que, junto com a colega de trabalho professora Lívia Santos Lima Lemos, doutora em genética e biologia molecular, lideraram os dez alunos da UFSB que deram apoio no projeto, os laboratórios da universidade foram gentilmente cedidos para a realização das cirurgias. Doutora Márcia Roner explica que “dez alunos foram disponibilizados pela universidade, eles fizeram os cadastros das famílias dos cães que seriam cadastrados. Também foram monitores nos dias da castração”.

A presidente da ONG Nossa Arca, professora doutora Cristhiane Ferreguett, acredita que o “Mutirão 100 castrações foi o maior evento de castrações realizado por uma ONG no Estado da Bahia em apenas dois dias. A Nossa Arca, apesar de não receber nenhum apoio do poder público, está fazendo a diferença em Teixeira de Freitas e região”. Na oportunidade, agradece às parcerias do Rafa e da UFSB, bem como ao time de voluntários da ONG.

“Quando castramos 100 animais estamos retirando das ruas centenas de outros animais que nasceriam e que poderiam sofrer com abandono e maus tratos, uma vez que não existe lar responsável para todos”, finaliza.

Com informações d’OSollo

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.