editorial destaques

O QUE ESTÁ EM FOCO

economia sustentabilidade comunidade política saúde educação esportes polícia

COLUNAS

além da porteira curtas e picantes eco e pet vidas em foco

Reordenamento

Publicado em 2 de dezembro de 2017 às 18:48h

Organizadores da “Marcha Pela Educação” admitem fracasso e cancelam manifestação

por Foco no Poder

Ficou evidente que o movimento “Marcha Pela Educação” não conseguiu sensibilizar a população teixeirense a participar do movimento, numa manifestação marcada para as 8 hs deste sábado (02) ninguém compareceu, além dos próprios organizadores, o que demonstrou que o movimento perdeu força e não conseguiu alcançar seus objetivos.

A Marcha Pela Educação que pretendia sair às ruas de Teixeira de Freitas para manifestar contra o reordenamento da educação municipal do município, usou de forma maciça as redes sociais, além de usar quase todos os dias o programa de maior audiência do rádio no Extremo Sul, que é o programa de Lucas Bocão, que figurava como um dos incentivadores do movimento.

O fracasso foi tão nítido, que se quer os organizadores ousaram postar fotos nas redes sociais, apenas divulgaram uma nota apócrifa, que se quer foi devidamente assinada por um dos líderes, colocando apenas o nome do movimento; como movimento sem líder, não é movimento, a mobilização perde força e foco.

É bem provável que o fracasso do movimento foi porque na medida que os pais, alunos e professores sentiram que estavam servindo de massa de manobra sendo usados para formar um palanque político, recuaram e deixaram os organizadores a ver navios. Na medida que as informações chegaram a todos os interessados, e foram esclarecidos de que ninguém sairia perdendo com o reordenamento, todos recuaram.

As informações foram passadas através de reuniões nas escolas e através dos meios de comunicação, principalmente através das redes sociais, em que as verdades chegaram, e quem tinha interesse em usar esse tema para fazer política se deu mal. Eles agora ameaçam entrar no Ministério Público Federal e Estadual, com denúncias contra o reordenamento. Dificilmente o Ministério Público vai acatar as denúncias porque o projeto está muito bem fundamentado, e ninguém perde a não ser os donos dos imóveis alugados, que recebem valores acima do preço de mercado.

Confira abaixo a nota divulgada após o fiasco da Marcha Pela Educação.

   “Bom dia amigos!

   Em virtude da chuva fina porém constate mais cedo, realizamos uma pequena reunião na praça do Shopping Teixeira Mall com o número de pessoas presentes.

   Nessa reunião acertamos que na segunda feira iremos entrar com uma representação no Ministério Público Federal e Estadual contra o REORDENAMENTO, além de quantas vezes forem necessárias, nós estaremos presentes nas Sessões da Câmara de Vereadores.

   Não iremos desistir da educação dos nossos filhos…

   A luta não acaba agora..

   Atenciosamente:

   Coordenação da Marcha Pela Educação”

Com informações do Repórtercoragem

Compartilhe nas redes socias: FACEBOOK WHATSAPP


Colunas

Além da porteira
Confira todas as informações sobre o Agronegócio e Economia Local, oportunidades e curiosidades e muito mais.
Curtas e picantes
Engenheiro Civil, Pós Graduado em Marketing Empresarial, participa como estrategista em Campanhas Políticas desde 1985, conhecido por Dilvan Coelho.
Eco & Pet
Doutora em linguística pela PUC-RS (2014) e Mestre em Estudos de Linguagens, pela Universidade do Estado da Bahia - Uneb (2008), Cristhiane Ferreguett.